Back in Black completa 35 anos

O álbum Back in Black completa este mês 35 anos de seu lançamento, que aconteceu em 25 de julho de 1980. Considerado como o melhor trabalho do AC/DC pela grande maioria dos ouvintes, o disco marcou não só o recomeço de uma banda que tinha acabado de perder seu vocalista como também um capítulo na história do Rock.

Bon Scott foi um dos grandes músicos que se foi cedo demais, vítma de overdose aos 27 anos e com uma aura de mistério que somente o Rock and Roll consegue propôr. Em seu lugar entrou um músico desconhecido, fã da banda e que fazia, com um pouco de esforço, o agudo na voz que, em Scott, saia de forma natural. Sem saber, Brian Johnson estava tornando sua voz uma das marcas registradas do AC/DC e ajudando a banda a se tornar ainda mais icônica.

Seu vocal em canções como Hells Bells, Back in Black e Shoot to Thrill são o toque à mais numa banda que já sabia bem o que fazia: peso, riffs e solos enfurecidos. Outros hits que também compõem o álbum são You Shook Me All Nigh Long, Giving the Dog a Bone e a enfática à começar pelo título Rock and Roll Ain’t Noise Polution.

Não por acaso, Back in Black se tornou o sucesso que se seguiu no mundo todo. O álbum se tornou um dos mais importantes da história e aparece em diversas listas entre os cinco álbuns mais vendidos, além é claro de discos definitivos do Rock.

A melhor maneira de celebrar os 35 anos de Back in Black é escutando-o. Confira:

Não consegue ouvir no Spotify? Então ouça no Youtube.


Felipe Perazza é o cara por tras do blog Músicas de Andarilho e autor do livro Heróis e Anônimos.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...