DC prepara mini-relançamento dos títulos da Vertigo e aposta na integração com a Wildstorm

Uma das melhores sacadas da DC no seu relançamento foi a incorporação dos selos Vertigo e Wildstorm no seu universo. A idéia é ótima e abre um grande leque de possibilidades, mas a editora ainda não explorou esses selos nas suas revistas mensais. Mais isso está prestes a mudar.

Em março de 2012, a DC vai fazer um mini-relançamento dos títulos da Vertigo, com base na mesma estratégia realizada nesse ano: muitas capas alternativas e incentivos aos revendedores.

As revistas mensais da DC do seu Novo Universo envolvem um ótimo negócio para os revendedores americanos: eles podem encomendar cópias de algumas revistas e, caso elas encalhem nas lojas, podem devolver as cópias para a DC. Essa prática não é comum nos EUA e, com a adição de várias capas alternativas, as revistas da DC viraram um bom negócio para o revendedor e para o consumidor na América.

Toda essa estratégia será repetida com os quatro títulos mensais da Vertigo em março: Fairest, Saucer Country, The New Deadwardians Dominique Laveau: Voodoo Child, com uma incrível adição na estratégia: o lojista que pedir 50% mais cópias de Fairest #1 em comparação com Fables #111 (que sai no mesmo mês), vai conseguir grandes descontos em qualquer produto da série Fábulas no mês de março.

Em uma notícia relacionada, a DC começa a apostar na integração entre seus personagens clássicos e personagens da Wildstorm. Em Superman #8, o Homem de Aço vai enfrentar Helspont, o lorde dos daemonitas (criaturas que já apareceram em Grift, Voodoo e Stormwatch).

A capa foi desenhada pelo brasileiro Ivan Reis e colorida por Joe Prado.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...