Ubisoft revela interessantes artes conceituais de Assassin’s Creed

Em 2007, a Ubisoft lançou ao mundo Assassin’s Creed, o pontapé inicial daquela que viria a ser uma das franquias mais populares dos games atualmente.

Você provavelmente já jogou ou conhece a história de Assassin’s Creed: um rapaz chamado Desmond é sequestrado pela Abstergo, uma corporação multinacional que inventou uma máquina chamada Animus. Essa máquina permite que o usuário reviva algumas memórias dos seus antepassados. Por graça do universo, um dos antepassados de Desmond se chama Altaïr ibn La-Ahad, um dos mais proeminentes assassidos da Ordem dos Assassinos, que sempre combateu os Templários. Já a Abstergo, é uma multinacional formada por Templários. Obviamente, daria altas confusões da pesada.

Apesar de ser lançado em 2007, o game começou a ser idealizado bem antes, em 2004. A Ubisoft divulgou na página no Facebook da franquia, algumas artes conceituais do começo do desenvolvimento do game, quando as principais idéias sobre a franquia ainda não estavam tão bem definidas.

Por exemplo, existem artes ali de quando Assassin’s Creed era apenas um potencial spin-off de Prince of Persia, tem artes com uma Assassina, ao invés de Altaïr, enfim, um monte de artes com idéias de que rumo a série poderia ter tomado.

[nggallery id=541]

Todas essas artes foram feitas pelo artista Khai Nguyen.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...