Novo vídeo explica como funcionará o modo multiplayer de Splinter Cell: Blacklist

O modo multiplayer de Splinter Cell: Blacklist só foi oficializado pela Ubisoft na semana passada, mas a empresa francesa já tem um vídeo para mostrar como ele funcionará.

A equipe responsável por desenvolver o Spies vs Mercs se junta para explicar ao jogador como o modo funcionará: basicamente, o player poderá jogar como espião ou mercenário, em fases com objetivos simples (entrar em algum lugar, pegar algum item, coisas do tipo).

Se o jogador jogar como um espião, ele terá algumas vantagens em termos de jogabilidade: seu controle será em terceira pessoa, o personagem será mais ágil que o normal e ficará invisível nas sombras.

Já se o jogador for um mercenário, ele jogará em primeira pessoa, com um poder de fogo muito maior e alguns itens táticos importantes para se defender dos espiões.

Ao todo, dois tipos de partidas estarão disponíveis: a Classic SvM e a Blacklist SvM.

O primeiro tipo é um clássico 2×2 muito similar com o modo multiplayer de Splinter Cell: Chaos Theory, por exemplo, e com algumas mudanças para enfatizara influência do sistema de iluminação na jogabilidade. Já o 4×4 será totalmente novo, com opções de customização bem variadas em termos de armas, gadgets e afins.

Veja o vídeo:

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...