DC Universe Online ganhou 1 milhão de novos jogadores depois que virou gratuito

Em Setembro foi anunciado que o MMO DC Universe Online passaria a ser gratuito até o fim do ano. Na época, comentaram que a decisão foi tomada porque o MMO tinha virado uma autêntica cidade fantasma. Ninguém mais aparecia por lá.

Hoje, dez dias após a transição do sistema para free-2-play, mais de 1 milhão de novos jogadores já adentraram o ~mágico Universo DC Online~, anunciou o diretor executivo da Sony, Lorin Jameson.

Eu ainda não comecei a jogar pelo mesmo motivo do porque eu não jogar nenhum MMO: eu sou susceptivel ao vício e posso acabar perdendo o pouco tempo que já não tempo livre. Mas quando os dias passarem a ter 36 horas, vocês podem me esperar por lá!

Eu posso não jogar o MMO, mas não é por isso que eu fico de fora da história que a DC criou pra ele. Todo mês a Comixology libera uma nova edição da revista mensal com a história do game que a DC criou. A revista não é lá a melhor coisa já feita pela editora, mas dá pro gasto quando todo o resto falha. A melhor parte, é que tem uma cena bem legal envolvendo o Batman e o Lex do futuro. Cena que foi transformada em trailer e eu não sabia. Dá uma olhada:

A DC devia tentar fazer um filme da Liga da Justiça assim.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...