Patty Jenkins fala sobre o abandono da direção de Thor 2

A cineasta Patty Jenkins comentou com o The Hollywood Reporter sobre o abandono do cargo de diretora do aguardado longa da Disney e da Marvel, Thor 2.

Há dois dias atrás, quando a decisão foi anunciada, a justificativa dada foi “diferenças criativas“, o que gerou uma quantidade enorme de rumores envolvendo a fama da Marvel de se meter nas funções dos diretores dos seus filmes.

Jenkins, porém, não parece querer contribuir com esses rumores. “Eu tive um ótimo momento trabalhando com a Marvel. Nós nos separamos sem brigas e eu estou ansiosa por trabalhar com eles novamente“.

A atriz também comentou que tem vontade de fazer um filme de super-heróis há algum tempo. “Eu tenho um longo amor por filmes de super-heróis e já disse várias vezes aos meus agentes que eu gostaria de fazer um desses filmes“. Além disso, Jenkins garantiu que não teve nenhum problema com a Marvel por ser mulher: “Os caras da Marvel são tão corajosos sobre quem eles escolhem e eu não acho que eles sequer hesitaram por eu ser mulher“.

As informações são um pouco estranhas, eu devo dizer. Se a diretora sempre quis fazer um filme de super-herói e adorou trabalhar com a Marvel tanto assim, então porque existiram “diferenças criativas”?

Confuso, confuso.

A Marvel ainda não comentou a situação e já está procurando por um substituto.

Thor 2, com Chris Hemsworth (Branca de Neve e o Caçador), Natalie Portman(Cisne Negro), Tom Hiddleston (Meia-Noite em Paris), Anthony Hopkins (O Silêncio dos Inocentes) e Idris Elba (Luther) no elenco, deve estrear no dia 15 de novembro de 2013.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...