Showrunner comenta sobre a 7ª temporada de Dexter e sobre o recente season finale da série

  Leandro de Barros  |    quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Scott Buck comenta todas as polêmicas da sexta temporada e dá algumas pistas sobre a sétima temporada de Dexter

Spoilers abaixo.

No domingo, o Showtime exibiu nos EUA o season finale da sexta temporada de Dexter. Muita gente ficou chocada com o que aconteceu e com o cliffhanger usado pela série para manter todos interessados na sétima temporada de Dexter, que só deve estrear em outubro ou setembro do ano que vem.

Em entrevista ao TV Line, o showrunner da série, Scott Buck, comentou sobre alguns dos acontecimentos da última temporada e antecipou algumas coisas da vindoura 7ª temporada.

Uma das grandes críticas sobre o conteúdo da sexta temporada foi a repentina paixão de Debra (Jennifer Carpenter) pelo seu irmão Dexter (Michael C. Hall). Scott Buck garantiu que os roteristas sabiam que seria algo controverso e que era uma história que surgia na sala dos roteiristas todos os anos: “É algo que a gente percebeu muito cedo. Não foi necessariamente um plano, mas foi algo que sentimos no DNA da personagem. Meio que fez sentido quando nós começamos a examinar o porque de Debra ser do jeito que ela era. Não foi algo que trabalhamos desde sempre, mas quando nós examinamos pareceu – pelo menos num nível subconsciente – como a direção que deveríamos seguir. [O plot] surgiu pela primeira vez alguns anos atrás. Nós consideramos, depois descartamos, mas era uma coisa que sempre aparecia de novo, ano após ano após ano“. O showrunner comentou que a sexta temporada foi escolhida para abrigar essa história porque “era inevitável” e que uma possível reação negativa por parte dos espectadores “certamente não vai afetar o desenvolvimento da história“.

Buck também garantiu que Debra descobriu todo o segredo de Dexter. “Deb viu, absolutamente sem a menor dúvida, Dexter cometer um ritual de assassinato. Nós não estamos provocando ou sacaneando os espectadores“. Isso deve encerrar as especulações que indicam que a personagem só havia visto um assassinato de Dexter e não iria descobrir que ele era um serial killer.

Para aqueles que se lembram do fim da quinta temporada, sabem que naquela época Debra ficou à um triz de descobrir o segredo de Dexter. Buck disse que, por causa de coisas assim, é que o acontecimento tinha de aparecer na sexta temporada: “Eu não comandava a série na época, por isso eu não tive a oportunidade de puxar o gatilho. Mas, de novo, foi por causa de coisas assim que sentimos que estávamos atiçando os espectador até um ponto onde não era certo mais. Era hora de ser mais honesto com a situação“.

Durante a season finale, Quinn (Desmond Harrington) recebeu a notícia de sua transferência, porém ele deve voltar para a sétima temporada, segundo Scott Buck: “Sim, com certeza“. E, por falar nisso, Buck disse que a sétima temporada deve começar exatamente onde a sexta parou ou alguns minutos atrás. Ou seja, nós veremos como Debra reagirá à sua descoberta.

Algumas pessoas não gostaram muito do vilão da temporada, o fanático Travis, vivido por Colin Hanks, chamando-o de “cartunesco“. O showrunner de Dexter comentou o personagem: “Nós nunca quisemos que ele fosse cartunesco. Nós queríamos que ele fosse complicado de um jeito que fizesse o espectador ter sentimentos misturados por ele. No geral, você sente simpatia ou empatia por esse homem antes de perceber totalmente quem ele era. E depois que você percebe, qual a real diferença que isso faz? Ele está muito mais no controle do que estaria se o Professor Gellar tivesse sido real?

Por fim, Buck ainda comentou o fato de vários espectadores terem percebido que Gellar não estava vivo antes da revelação, no 9º episódio da temporada. Segundo ele, “eu não estou preocupado, porque se as pessoas perceberam a reviravolta, ela não era realmente o principal arco da temporada. Dexter sempre foi uma série muito mais sobre o persnoagem. Foi muito mais interessante ver como essa revelação afetou o Dexter do que um ‘Oh, eu adivinhei!’. Não pareceu tão importante a idéia de que [o fato de Gellar não ser real] devia ser um segredo para os espectadores“.

Dexter é transmitida nos EUA pelo canal Showtime e no Brasil pelos canais Band, FX e Liv. No elenco estão: Michael C. Hall, Jennifer Carpenter, Desmond Harrington, C.S. Lee, Lauren Vélez e David Zayas. A série terá mais duas temporadas, a 7ª e a 8ª, que devem ser as últimas.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários