Série de TV Gotham terá a origem do Batman e dos vilões da cidade

Leandro de Barros

  terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Série de TV Gotham terá a origem do Batman e dos vilões da cidade

Presidente da Fox dá detalhes do programa

Batman Smallville

A informação que se tinha de Gotham, série de TV que está em desenvolvimento pela Fox nos EUA, é que o programa seria focado no Comissário Gordon e no Departamento de Polícia da cidade, colocando assim uma temática quadrinesca no formato de “série policial” que faz tanto sucesso nos EUA.

Porém, contudo e todavia, o Presidente da Fox, Kevin Reilly revelou durante o encontro de imprensa da Associação de Críticos Televisivos dos EUA que o seriado será, na verdade, uma grande história de origem para o Batman e todos os vilões da cidade.

De acordo com o executivo, Gotham será “uma história de origem para o jovem Bruce Wayne”, contendo também a presença de vilões clássicos como o Charada, Pinguim, Coringa e a Mulher-Gato, mostrando os eventos que levaram essas pessoas a serem quem são.

A ideia toda do programa, então, é ser mais ou menos um “Smallville do Cavaleiro das Trevas”, com o herói vestindo o manto do protetor de Gotham no último episódio.

Reilly também revelou que o canal adquiriu os direitos para trabalhar com todos os personagens ligados ao Batman (Coringa, Charada, Mulher-Gato, Comissário Gordon, Robin, Asa-Noturna, etc) e que a produção de Gotham não está ligada ao Batman que será interpretado por Ben Affleck nos cinemas – aliás, o executivo disse que o seriado será um pouco mais parecido com o Batman da Trilogia do Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan, mostrando uma origem e uma cidade mais orgânica nas telas.

Por fim, o executivo disse não descartar séries derivadas de Gotham (como um seriado só do Charada, por exemplo) e que ainda não foi definido quantos episódios a primeira temporada da série terá.

via IGN


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários