Sarah Michelle Gellar topa um filme de Buffy “se a história for a certa pra isso”

Leandro de Barros

  quinta-feira, 01 de agosto de 2013

Sarah Michelle Gellar topa um filme de Buffy “se a história for a certa pra isso”

Atriz diz que toparia um filme de Buffy, caso uma boa história surja

Sarah Michelle BuffyDepois de Veronica Mars conseguir o financiamento para um filme próprio através do Kickstarter (e, mais do que isso, quebrar alguns recordes por lá), outras séries já canceladas, mas que possui uma base de fãs bem considerável, flertam com a possibilidade de também ganharem longas metragem.

Chuck, por exemplo, é uma delas. Joss Whedon já comentou a possibilidade de fazer um novo filme de Firefly e existem alguns rumores por aí sobre um outro longa de Arquivo X.

Agora, o E! falou com Sarah Michelle Gellar para promover o lançamento de The Crazy Ones, nova comédia do CBS. Na entrevista, o assunto “filme de Buffy” foi levantado e a atriz comentou que topa participar do projeto, desde que tenha “a história certa”.

Se algum dia surgir a história certa pra isso, nós faríamos. O problema com Buffy é que Buffy era um filme, mas no fim não funcionou muito bem nesse formato, porque a história funciona melhor com o tempo

Eu não faço ideia do que seria uma “história certa” para um filme de Buffy, mas não há dúvidas de que a chance de um longa baseado na série é bem pequena. Primeiro porque todos os envolvidos já estão aterrados em outros trabalhos – Sarah Michelle Gellar tem essa nova série, Alyson Hannigan está em How I Met Your Mother até o ano que vem, Anthony Heads fez algumas séries e tem alguns filmes agendados pros próximos meses, Nicholas Brendon esteve em Criminal Minds recentemente e David Boreanaz está em Bones. Isso sem mencionar Joss Whedon com Os Vingadores 2 e Agents of SHIELD.

Só o trabalho de gerenciar a agenda dessa galera toda deve ser monumental. Em todo caso, se rolar, nós comemoraremos.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários