Rockstar faz com que nova série de Frank Darabont mude de nome

Leandro de Barros

  quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Rockstar faz com que nova série de Frank Darabont mude de nome

Série de gângsteres do TNT, que se chamava L.A. Noir, passa a se chamar Lost Angels por causa de ameaça de processo da Rockstar

Frank Darabont, diretor de À Espera de Um Milagre, é o showrunner da nova série de gângsteres do TNT, que você deve conhecer como L.A. Noir.

A série vai se centrar na perseguição do policial aposentado de Los Angeles William Parker ao mafioso Mickey Cohen, uma história real. A série vai se passar entre as décadas de 40 e 50, época de ouro da máfia em Los Angeles. A série é baseada no livro L.A. Noir: The Struggle for the Soul of America’s Most Seductive City.

Porém, contudo e todavia, a série terá de mudar de nome. Essa necessidade nasceu depois da Rockstar ameaçar abrir um processo contra  os produtores da série. Talvez você não saiba, mas a Rockstar, desenvolvedora de games como GTA e Red Dead Redemption, criou em 2011 um game chamado L.A. Noire, que se passa na mesma Los Angeles das décadas de 40 e 50. Com a temática e o nome parecido, a empresa agiu para proteger a sua propriedade, fazendo com que a nova série de Darabont tenha de se chamar Lost Angels, um trocadinho bem engraçadinho com a cidade de Los Angeles.

“A companhia de videogames com um game chamado L.A. Noire (com um e!) ameaçou processar a mim, a TNT e qualquer empresa que já trabalhou em Hollywood. E eles possuem bilhões de dólares para ajudar, aparentemente“, explicou Darabont.

Por isso, aqui fica o registro: a série L.A. Noir, com Milo Ventimiglia (Heroes),  Jon Bernthal (The Walking Dead), Simon Pegg (Star Trek), Jeffrey DeMunn (The Walking Dead)Alexa Davalos (Fúria de Titãs) e Neal McDonough (Justified), agora se chama Lost Angels.

Ainda não há uma data para a série chegar à TV americana.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários