Review | True Blood 4×06: “I Wish I Was the Moon”

  Jéssica Pagliai  |    segunda-feira, 08 de agosto de 2011

Mais uma vez @JehPagliai fala sobre o último episódio de True Blood, comente você também!

Spoiler Alert! Se não quer saber detalhes do episódio não ultrapasse a imagem :)

E depois de Pam reveler a Bill que Eric está na casa de Sookie, ele sai em desparada para o  prender mas ao chegar não fica nada feliz em ver o que está acontecendo… O rei então interrompe o “casal” e começa então a briga. Quando Eric se prepara para apunhalar Bill pergunta a Sookie se ele é importante para ela, e ela responde que aquele é seu rei. Sem exitar e bem diferente do que era, Eric logo pede desculpas a vossa magestade e se entrega sem nem hesitar. Sendo então mantido como prisioneiro, Sookie tenta impedir que o machuquem, dizendo que ficará lá até que o soltem; Mas então é mandada embora sobre ordens expressas que, se a Sra. Stackhouse se aproximasse da propriedade do rei, os soldados então porderiam atirar.
Ele então contata Nan Fanagan dizendo que, por Eric ter sido infetado por magia negra é um risco deixá-lo vivo, informando então que a melhor coisa para se fazer é matá-lo verdadeiramente. E ela então concorda com a ação.

Arlene e Terry acordam ao meio da noite, com a casa em chamas. Infelizmente a única hipótese para eles é mesmo fugir e, quando vão procurar Mikey o bebê desaparece no meio da fumaça do quarto. Ficam desesperados a sua procura, mas são obirgados a deixar a casa, mas de repente descobrem que o bebê estava todo tempo em segurança, fora da casa com a boneca macabra. Vemos então que realmente existe o espirito de alguem com a criança, porem ainda não se sabe de quem será.
No dia segunte, as “consequencias” do incendio: Sam não sabendo o que fazer e o xerife Andy sob constante efeito de V, insistindo em acusálo de tudo, pede ao irmão Tommy abrir e cuidar do bar, durante sua ausencia. Sem saber que é uma pessima idéia, pois de acordo com os Skinwalkers, os metamorfos podem também se transformar outras pessoas, apenas de uma maneira: Matando um membro da própria familia. Eis que Tommy descobre isso sozinho, se transformando em Sam.

Jesus chega ao México na casa de seu avô, com Lafayette pedindo um feitiço de proteção. Para isso tiveram então, que capturar um animal para o sacrificio, o qual teria que ir até eles e não ser caçado. Voltam então e o seu avô faz a magia e Jesus é picado pela cobra o animal encontrado para a magia. Surge então o espirito de Tio Luca em Lafayette, para o ajudar.

Naomi descobre a verdade de Tara, e acaba por perdoá-la por ter mentido, vendo o quão dificil é sua vida verdadeira.

Tommy como Sam vê que não é querido por ali: Despede Sookie dizendo não entender o porque de todos a tratarem como se ela fosse muito especial, Maxine diz que se arrepende por tê-lo tratado como um filho, Luna pensa que Sam não é o homem que imaginava…

Jason fica apavorado achando que na lua cheia se transformará em pantera, graças às mordidas que recebeu no tempo em que foi prisioneiro dos Hotshot’s; Tanto que até se algema na cama, não pensando no detalhe de que quando e se tranformar, de nada adiantará. Sookie então decide ajudar o irmão, e juntos ficam esperando a lua cheia, para ver se algo realmente acontecerá. Até o ataque de panico, em que Jason sai correndo pela mata com medo de machucar a irmã, enquanto ela vai buscar cervejas. Mas como ele e Jessica ainda estão ligados por conta de ter tomado o sangue da vampira para se salvar, consegue sentir seu medo e vai até seu encontro.

Nesse meio tempo, Sookie sai a sua procura, mas no caminho encontra Alcide e Debbie na mata enquanto eles iam se juntarem ao novo bando, e pergunta ao casal se o processo de transformação das panteras é parecido com o dos lobisomens, sendo transmitido pela mordida. Mas descobre que, a transformação é genética em que um dos pais deve ter o “puro sangue” e com a mordida não tem como um humano se tornar uma pantera.

Marnie se conecta com o espirito de Antonia, a qual possui seu corpo para se vingar dos vampiros que tanto a fizeram sofrer, enquanto ainda era viva.

Quando Eric é levado para sua execussão e Bill pergunta quais são suas ultimas palavras e desejos. Ele então diz que não espera misericordia uma vez que foi infetado com a magia negra e não deseja viver sabendo das barbaridades que cometeu no passado; Pede então para libertarem Pam, pois no estado em que se encontra não é uma ameaça pelo menos não por muito tempo. Que digam a Sookie, que ele nasceu no momento em que a encontrou e por causa dela sofreu a morte verdadeira sabendo o que era amar e que a agradecia por isso. E que sabia que ela ainda gostava de Bill, e que depois que partisse esperava que voltassem a se relacionar pois ela merece ser feliz, seja lá com quem fosse capaz disso.

Por fim, enquanto Sookie ainda procura Jason encontra com Eric, que foi libertado por Bill.

Promo do próximo episódio:

http://www.youtube.com/watch?v=KDSlfeKPIqA

Outros episódios de True Blood:


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários