Review | The Walking Dead 2×01: “What Lies Ahead”

  Eder Augusto de Barros  |    terça-feira, 18 de outubro de 2011

Um grande episódio que vai revirar o seu estômago, e te fazer pensar se JC aceitaria pedidos numa situação como esta... Conte-nos o que achou do episódio!

O que vem pela frente é o nome desse episódio que explode cabeças, abre caminhos, abre o seu estômago, e te deixa mirabolando planos, e mentiras. Um grande volta para a série, batendo recordes, chutando a porta e até batendo um papo com JC, tudo em apenas uma hora. Tem SPOILER cara-pálida, prossiga com atenção!

Porra, na boa, The Walking Dead já é a melhor série da temporada. Outra vez.

O episódio começa com um monólogo emocionado de Rick, mais ou menos como começa o sexto episódio da primeira temporada, falando com o walkietalkie na esperança de Morgan ouvir. Já alí somos torturado com o que Dr. Jenner disse para Rick no fim da última temporada, ele quase conta para Morgan, mas desiste. E segue a caravana pela estrada, rumo a Fort Benning, até encontrar um trecho da estrada cheio de carros parados, e onde vemos essa cena aqui, que foi exibida na Comic-Con NYC.

Frank Darabont já havia falado desta cena, foi ele que a dirigiu. Cena apreensiva, não se houve nada, só o barulho nojento dos zumbis, nem uma trilha sonora de fundo para amenizar. Na sequência dois zumbis vão atrás da filha de Carol pela floresta e Rick vai atrás, pede a Sophia para ficar escondida, e mata os zumbis com uma pedra, sim, foi o primeiro teaser que vimos. Sophia muito estúpida saí do lugar combinado com Rick ao invés de esperar, ou seja, sumiu a Sophia.

A sequência mais nojenta de TWD até agora esteve a seguir, quando Rick e Daryl saem pela floresta procurando Sophia, eles encontram um zumbi, matam e abrem o estômago do infeliz para ver se ele comeu a garota. Pela primeira vez a série me fez desviar o olhar, realmente nojento. E a expressão de Andrew Lincoln que interpreta o Rick era a mesma que a minha, até ele deve ter ficado enjoado.

Agora temos uma potêncial suicida, Andrea… Um menino com vontade de matar, Carl… Uma mulher mais forte, Lóri, e ainda vi por ai dizerem que os personagens não se desenvolveram nesse episódio, eu acho completamente o contrário, acho que foi um episódio só e apenas de desenvolvimento, o próprio nome sugere, que estamos a conhecer o que vem pela frente, e com toda certeza não se referia aos zumbis e sim a mudança de comportamento das pessoas depois a decepção do CDC… Todos mudaram, cada um expôs o seu lado pânico para fora. Shane quer fugir, Andrea se matar, Carl quer ajudar a matar zumbis, tudo mudou. Dale tenta manter a ordem com podemos ver nesse sneak peek do segundo episódio, onde ele tem um diálogo com T-Dog:

Enfim, tudo mudou internamente. O modo de pensar das pessoas.

Apesar da cena com o bando de zumbis na estrada ter sido sensacional, a melhor parte com certeza foi a da igreja, misturou apreensão com até um pouco de humor quando Daryl bate um papo com o JC (Jesus Cristo), foi ótimo. A conversa de Carol com Jesus também foi emocionante, e a de Rick também, dois personagens que se mostraram religiosos, até a fé das pessoas foi alterada.

A cena que encerra o episódio explode cabeças, quem deu aquele tiro? Carl morrerá?

ERRATA: O tiro que Carl leva aparece sim na HQ e eu tinha dito que nada do episódio aparecia, perdoem minha ignorância e obrigado ao amigo Felipe pelo alerta.

Promo do próximo episódio, Bloodletting:

[pro-player type=’video’]http://www.youtube.com/watch?v=5tv_P-oJRy8

Veja aqui toda a websérie dirigida por Greg Nicotero também.

The Walking Dead é uma série de tv baseada na obra de Robert Kirkman e tem no elenco: Andrew Lincoln (Rick Grimes), Jon Bernthal (Shane Walsh), Sarah Wayne Callies (Lori Grimes), Laurie Holden (Andrea), Jeffrey DeMunn (Dale Horvath), Steven Yeun(Glenn),Chandler Riggs (Carl Grimes), IronE Singleton (T-Dog) e outros.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários