Review | Chrno Crusade

Olá, bom pra comemorar a minha estréia aqui no site eu resolvi falar de um dos meus animes favoritos: Chrno Crusade.

Baseada nos Estados Unidos, em meados dos anos 20, quando a economia ainda prosperava no país, a ganancia humana acabou permitindo a entrada de demônios em nosso mundo, e para exterminá-los, a Igreja Católica criou a Ordem de Magdala. Rosette Christopher é uma freira integrante da Ordem e possui como parceiro de equipe, Chrno, um demônio, juntos eles estão em busca de pistas sobre o padadeiro de Joshua, irmão de Rosette e do passado de Chrno.

A primeira vista, Chrono Crusade pode parecer apenas mais um anime sobre a luta do bem contra o mal com demônios e Igreja, mas não é. De uma forma bem simples, porém séria, ele nos faz questionar sobre certo e o errado e preconceitos de julgamento, como o fato de todos os demônios serem considerados seres maus, mas ainda assim a Ordem de Magdala contar com a ajuda de um para manter a paz, que faz isso de boa vontade. E o fato desse mal ter sido “criado” a partir da ganancia humana, nos fazendo pensar sobre quem são os verdadeiros vilões da situação. Ele ainda se aproveita de mitos da Igreja para desenvolver a história, como as Profecias de Fátima e os apóstolos.

O desenrolar da história é outro tópico que merece ser comentado, pois com um tema que praticamente pede por clichês, o autor conseguiu criar um roteiro original e complexo envolvendo drama, ação, humor e romance, sem ficar se tornar chato ou maçante.  A forma como as questão e dúvidas são desenvolvidas ao longo do anime foram muito bem elaborados, onde cada ponto solto lançado em um episódio, acaba fazendo sentindo mais adiante. E, quanto mais você assiste, mais você se sente envolvido com a história.

Também podemos descatar o relacionamento entre os personagens, fazendo com que todos possuam importância na história. Azmaria é importante para que possamos entender sobre os apóstolos, e Satella-san, que tenta se fazer de insensível quando na verdade realmente se importa com seus amigos. O relacionamento entre Chrno e Rosette também merece atenção,  principalmente o peso do contrato feito entre eles, que permite que Chrno use seus poderes como demônio, e como consequência, diminui o tempo de vida de Rosette, podemos claramente ver o quanto essa situação é dolorosa para eles, e mesmo assim eles são incapazes de desistir de seus objetivos.

Chrono Crusade foi um dos primeiros animes que eu assisti na internet, e conseguiu me surpreender do começo ao fim. Sempre que algum amigo me pede para indicar um anime, ele está na lista especial de indicação, e por isso resolvi indicar pra vocês.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...