Produtor de Glee desmente saída dos personagens principais

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 25 de julho de 2011

Segundo Brad Falchuk, co-criador da série, Lea Michele, Chris Colfer e Cory Monteith não devem dar adeus à série no fim da 3ª temporada

Ao contrário do que Ryan Murphy, criado de Glee, tinha dito ao Hollywood Reporter, a 3ª temporada da série, que começa dia 29 de setembro nos EUA, não deve ser a última para Lea Michele, Chris Colfer e Cory Monteith, 3 dos principais personagens da série: Rachel, Kurt e Finn, respectivamente.

Murphy havia dito que: “Você pode deixá-los na série por seis anos e as pessoas vão te criticar por não ser realista, ou você pode seguir a vida real e dizer que quando eles começaram a série, eles eram calouros no Ensino Médio e agora eles devem se formar”.

A mensagem era clara: ele não queria manter o elenco por muito tempo, ano que vem é o último dessa galera, hora de vazar.

Obviamente os fãs não gostaram e coube à Brad Falchuk, co-criador e produtor da série, apagar o incêndio na Comic-Con 2011:

“O mais exato é: Rachel, Kurt e Finn estão no terceiro ano do colegial, então vão se formar, mas isso não significa que eles vão deixar a série . Se você tem um contrato com Lea Michele, você não diz ‘bom, você está dispensada’. Nunca foi nossa intenção dispensá-los. Eles não vão deixar a série depois desta temporada.”

Não dispensar Lea Michele e Chris Colfer é uma sábia decisão. Ela é uma excelente cantora, ele também,  com o benefício de ter ganho o Globo de Ouro esse ano e estar concorrendo ao Emmy. Não dispensar Cory Monteith é um erro e todos lamentamos.

O produtor ainda disse que Chord Overstreet, que havia sido retirado do elenco principal da série, recusou uma proposta para aparecer em 10 episódios dessa nova temporada. O ator “preferiu buscar novas oportunidades”.

Pra ver o trailer do filme de Glee, clique aqui.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários