Os roteiristas de Lost inventaram tudo pelo caminho?

Leandro de Barros

  segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Os roteiristas de Lost inventaram tudo pelo caminho?

Roteirista de Prison Break alega que mistérios de Lost foram inventados para chocar o público apenas

Existe um podcast no Nerdist que se chama Nerdist Writers’ Panel, apresentado por Ben Blacker. O programa é destinado para escritores e tem o intuito de discutir obras do ponto de vista desses profissionais.

Durante a mais recente edição do programa, o roteirista Nick Santora (de Prison Break) fez uma revelação bem… bombástica, pra dizer o menos. O escritor afirmou que os roteiristas de Lost inventavam os momentos mais chocantes da série apenas pelo choque e não faziam ideia de como as coisas se acertariam no fim.

Confira a nossa transcrição:

Eu tinha amigos que escreviam Lost, não posso dizem quem. E eu estava assistindo futebol americano com um deles e eu estava dizendo o quanto eu amava a série. Eu falei tipo ‘Como vocês vão amarrar todas essas coisas depois?’ e ele me olhou e disse ‘Não vamos’. E eu: ‘Como assim não vão?’. Ele disse: ‘A gente literalmente pensa na coisa mais estranha que podemos e escrevemos pra série e não vamos explicar isso nunca’. E eu olhei pra ele e disse ‘Que m*rda! Vocês estão f*dendo completamente com as pessoas!”

Santora se refere à várias questões não-respondidas que Lost deixou, além da promessa que os produtores da série sempre fizeram, de que tudo tinha explicação – e que essas explicações já haviam sido definidas bem antes dos roteiros serem escritos.

E foi justamente essa falta de explicação de tantos mistérios que causaram tanta revolta nos fãs da série quando Lost chegou ao seu final.

Claro que essa informação não pode ser confirmada, já que Santora não mencionou o nome de nenhum roteirista, mas a pergunta que fica é: se os momentos mais chocantes da série foram criados justamente para chocar e confundir o público, ao invés de ter uma razão específica na trama do seriado, isso diminui o mérito de Lost?


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários