Morre Cory Monteith, o ator de Glee

Leandro de Barros

  domingo, 14 de julho de 2013

Morre Cory Monteith, o ator de Glee

Ator de 31 anos foi encontrado morte em um hotel no Canadá. A causa da morte não foi especificada

Cory MonteithCory Monteith, ator da série Glee, foi encontrado morto no hotel Fairmont Pacific Rim, em Vancouver, Canadá, no último sábado (13/07). O ator tinha 31 anos e a informação foi confirmada pela polícia local.

Originalmente, Monteith havia se registrado no hotel no dia 6 de Julho, na sexta-feira da semana passada, e planejava deixar o local no sábado. Quando o prazo do check-out passou e o ator não havia acertado a sua saída, um funcionário do hotel foi até o seu quarto e encontrou o corpo de Monteith – já morto a algumas horas.

A polícia de Vancouver descarta a hipótese de assassinato, afirmando acreditar que Monteith estava sozinho no momento da sua morte e que as imagens do circuito de segurança do hotel mostram o ator retornando para o seu quarto, na sexta-feira dia 13/07, sozinho e desde então nenhuma outra movimentação por ali.

A causa da morte de Cory Monteith não foi confirmada pela polícia canadense e uma autópsia está marcada para a próxima segunda-feira, dia 15/07.

“Nós estamos muito tristes em confirmar que as notícias sobre a morte de Cory Monteith são verdadeiras. Nós estamos em choque e em luto por essa trágica perda”, disseram os representantes do ator.

Cory Monteith havia voluntariamente se internado em uma clínica de reabilitação para se tratar do vício em drogas, luta que ele enfrentava desde os 13 anos (e já havia tentado se tratar em uma clínica aos 19 anos).

O ator tinha 31 anos e passou os últimos anos como o protagonista da série Glee, no papel do jovem Finn Hudson. Dois filmes com o ator são esperados para estrear nos próximos All the Wrong Reasons, uma dramédia dirigida por Gia Milani, e McCanick, um drama de crime com Rachel Nichols no elenco.

via THR


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários