Dragon Ball Kai e GT vão ser transmitidos pela Band a partir de 2012

#ATUALIZADO: Pronto, podem parar de xingar a gente. Dragon Ball Kai estréia segunda-feira, dia 3 de setembro, na Band! Saiba mais!


Depois de alguns anos longe da TV aberta brasileira, finalmente aquele que deu a sua vida por nós estará de volta às manhãs da TV brasileira, pronto para doutrinar a mulecada de hoje sobre o caminho do bem e da justiça.

Segundo o JBox, a Band finalmente acertou os termos de negociação com a Toei Animation e vai transmitir, a partir de 2012, Dragon Ball Kai e Dragon Ball GT no seu programa infantil Band Kids (com planos de reprises durante a tarde).

Para os menos letrados nas novidades (nem tão novas assim) do mundo da animação japonesa, Dragon Ball Kai é a remasterização do clássico Dragon Ball Z. Além de ser animado em melhor qualidade, a série sofreu uma encurtada, para ficar mais fiel ao manga. Em termos práticos: lembram quando Namek iria explodir em 5 minutos e ainda assim o Goku conseguiu lutar com o Freeza por 50 episódios? Então, dessa vez não funciona bem assim. As falas do anime foram redubladas pelos atores originais de Dragon Ball Z e a série possui 97 episódios, invés dos 214 da Saga Z.

Dragon Ball GT já é velha conhecida de guerra de todo mundo, pois foi transmitida na Globo lá por 2005, mais ou menos. O anime não é adaptado do manga criado por Akira Toriyama e o próprio autor nem sequer faz parte da equipe de roteiristas da animação. Em todo o caso, a Band pretende respeitar a cronologia das séries animadas e vai passar primeiro Dragon Ball Kai, começando em janeiro, e depois GT.

Assim, é extremamente provável que Dragon Ball Kai seja exibido em conjunto com Lost Canvas, spin-off de Cavaleiros do Zodíaco, na grade de programação da Band no ano que vem.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...