The World Tour Doctor Who

Fomos ao Doctor Who: The World Tour para conhecer os protagonistas e o showrunner de Doctor Who

Jack Mankey

  quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Doctor Who: The World Tour, a turnê mundial para apresentar a nova encarnação do Doutor aos fãs do mundo todo, chegou ao Brasil no dia 18 de Agosto de 2014 (vulgo “última segunda-feira”).

Vindos do México, o trio Peter Capaldi (o novo Doutor), Jenna Coleman (a Clara, companion do protagonista) e Steven Moffat (showrunner do seriado) se encontraram com a imprensa no hotel Copacabana Palace no Rio de Janeiro e com os fãs cariocas (e provavelmente do Brasil todo) num evento no Vivo Rio na noite de segunda.

Em parceria com O Vértice, o Supernovo deu uma conferida nos dois eventos e conta pra você o que aconteceu.

Foto: Aparecida Maia

Foto: Divulgação

Durante a coletiva de imprensa, Steven Moffat aproveitou para responder algumas das perguntas de sempre, mas também falou ao lado de Jenna Coleman sobre o rumor de que a atriz deixaria a série durante o Especial de Natal de Doctor Who nesse ano.

A pergunta inicial para o showrunner foi sobre a possibilidade de um crossover entre Doctor Who e Sherlock (outra série que ele também é responsável por) e a resposta de Moffat foi a mesma dada por Mark Gatiss antes dele, dizendo que um encontro entre as duas séries não vai acontecer e que seria algo mais legal “na sua imaginação do que na realidade”.

Foto: Aparecida Maia

Foto: Divulgação

Sobre a suposta saída de Clara da série, Jenna Coleman enrolou um pouco sobre o assunto, mas sem negar (ou confirmar) a história. A atriz disse que espera que a despedida da personagem seja feita de uma forma especial e que confia em Steven Moffat para fazer disso uma realidade. O showrunner, por sua vez, disse que “a imprensa às vezes inventa coisas” e que não devemos acreditar em tudo que lemos por aí.

Ainda sobre o assunto de “despedidas”, Moffat afirmou que acompanha o trabalho dos atores que passaram pela série, citando em especial o seriado Broadchurch com David Tennant (que ganhará uma versão americana também protagonizada pelo 10º Doutor) e Os Guardiões da Galáxia, onde Karen Gillan interpretou Nebulosa, uma alien azul e careca: “Que pena que nunca decidimos fazer isso em Doctor Who”, brincou o showrunner.

Peter Capaldi mencionou novamente que sempre foi muito fã de Doctor Who durante a sua infância, já que ele morava na “fria e sombria” Glasgow, onde o tipo de magia que o Doutor possuía só aparecia pela TV mesmo. O ator revelou que o personagem fez parte da sua vida e também na sua carreira profissional, já que ele percebeu que sempre colocou um pouco do Doutor em seus personagens.

Sobre a relação Clara-Doutor, Coleman revelou que os dois terão um começo de temporada complicada, já que a mudança entre o 11º Doutor (Matt Smith) e o 12º (Capaldi) fez com que eles meio que tivessem de “começar tudo de novo”. Além disso, Clara terá problemas que outras companions nunca tiveram, como o fato de ter de levar uma espécie de vida dupla: de dia trabalhando normalmente e salvando o Universo do lado do Doutor durante o tempo livre.

Foto: Aparecida Maia

Foto: Aparecida Maia

Durante o encontro com fãs, alguns outros momentos divertidos apareceram, como a entrada de Peter Capaldi pelo meio do público (com direito à high-fives com os fãs), o entusiasmo do ator ao falar com os fãs sobre a emoção de ser o Doutor (já que ele também sempre foi um fã ferrenho da série) e também o vídeo que recapitulou os eventos da série desde o seu retorno em 2005.

Para finalizar Capaldi aproveitou para explicar que muita gente compreendeu errado o conceito de que o novo Doutor será “mais sombrio”. O ator disse que não é como se o Doutor de repente deixasse de ser o Doutor, mas sim que ele “também enfrenta problemas humanos e sente raiva e culpa pelas coisas que já fez durante a sua vida, sendo assombrado pelas consequências de seus atos”. Quando pedido para resumir a temporada numa única frase, Capaldi escolheu “Não confie em ninguém”.

Será que isso inclui o próprio Doutor?


Comentários