Charlie Sheen assina sua volta à TV americana! #winning

  Leandro de Barros  |    terça-feira, 28 de junho de 2011

Charlie Sheen assinou um contrato com a Lionsgate Television para estrelar uma nova sitcom produzida pelo estúdio, que será muito mais ácida do que Two And A Half Men

Ainda outro dia nós passamos adiante a notícia de que o personagem de Charlie Sheen em Two And a Half Men poderia morrer, num claro sinal de que o ator não era mais bem-vindo no set de gravações e sua volta à série estava definitivamente enterrada.

Se nós podemos considerar isso um ataque da Warner-CBS-Chuck Lorre e afins, é seguro dizer que a resposta veio à galope.

Segundo o RadarOnline, Charlie Sheen assinou um contrato com a Lionsgate Television para estrelar uma nova sitcom produzida pelo estúdio, que será muito mais ácida do que o trabalho anterior de Sheen.

O personagem de Charlie deve ser muito parecido com Charlie Harper, o protagonista de Two And A Half Men, como você deve ter deduzido. Ouso arriscar inclusive que, seja lá qual for o destino dado ao personagem em TAHM, será o mesmo que o personagem da nova sitcom terá. Exemplo: se disserem que Charlie Harper foi caçar javalis na Noruega (Alô, Produção? Tem javalis na Noruega? Não? :/ ), acreditem: Charlie Sheen caçará javalis na nova sitcom.

Ainda de acordo com a publicação, vários canais já estão disputando a nova série, mas o favorito do estúdio é o canal TBS, o mesmo do programa do Conan O’Brien. O canal é da TV fechada, o que vai permitir muito mais acidez e polêmica na série.

A temporada inicial deve ter 10 episódios e o contrato diz que, dependendo da audiência, mais 90 podem ser produzidos, sinalizando que Sheen pode estar na TV por mais 8 anos. Ele não deve ganhar tanto dinheiro quanto ganhava no CBS, mas o contrato também prevê um aumento de salário se a série for um sucesso.

É. Parece que o mundo ainda vê graça em Charlie Sheen. Vamos ver como vai ser.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários