Ator discorda do que aconteceu com Merle no último episódio de The Walking Dead

Texto com spoilers sobre a terceira temporada de The Walking Dead.

Merle TWD

Se você viu o último episódio de The Walking Dead, exibido no Brasil ontem pela Fox, você deve ter reparado que o polêmico Merle foi dessa para uma melhor.

Muita gente ficou contente com o destino do personagem, mas o ator Michael Rooker não é um deles. Em entrevista ao TV Guide, Rooker disse discordar do acontecimento e até mesmo da edição da cena em que seu personagem é morto.

Foi algo que foi construído de maneira muito grande e você sente que não valeu a pena. Nós tínhamos uma grande linha de pensamento nessa temporada, mas os fãs queriam mais. Eles não estão muito felizes. Eu não acho que existam muitos fãs de The Walking Dead estão contentes com isso“, disse o ator.

Além de não concordar em ter sido transformado em zumbi e depois ser morto pelo irmão, Rooker também disse que não gostou muito da edição da cena em que ele morre. No episódio exibido pela Fox, seu personagem erra um tiro que seria para acertar o Governador (David Morrissey) e depois é surpreendido pelos capangas dele. Originalmente, segundo Rooker, seria um zumbi que faria com que ele errasse o tiro.

A maneira que a cena foi editada fez parecer que o Merle na verdade erra o tiro no Governador, o que é meio idiota. Mas é só a minha opinião. Não havia uma razão pra ele errar a não ser o zumbi o acertando e fazendo com que ele errasse. Foi uma pena ele não acertar o tiro na cabeça do Governador“, desabafou o ator. Coincidentemente, nós falamos exatamente isso no Zumbi de Bolso, nosso podcast-review de The Walking Dead (ouça!).

Mas para não dizerem que Rooker só falou mal do episódio, ele gostou de algo: o fato de Merle se redimir de tudo que fez. Segundo o ator, o personagem sabia que estaria em uma missão suicida ao atacar o Governador e seus capangas: “Merle estava nessa missão sabendo que ele talvez não retornasse. Ele fez isso pelo seu irmão, já que ele poderia levar o maior número possível de soldados do Governador – e ele próprio, com sorte – então Daryl teria uma chance melhor de sobreviver. Era nisso que ele pensava quando fez tudo aquilo“, explicou.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...