Aos 92 anos, Stan Lee cria super-herói para a TV britânica

Leandro de Barros

  quarta-feira, 01 de abril de 2015

Aos 92 anos, Stan Lee cria super-herói para a TV britânica

Lucky Man apresentará a história de um detetive que pode controlar sua sorte

Stan Lee é, provavelmente, o nome mais importante da indústria dos quadrinhos mundial. Poucos quadrinistas possuem tanta importância, relevância e a quantidade de criações como Lee. De cabeça, dá para citar nomes como os lendários Osamu Tezuka e Maurício de Souza.

Com 92 anos, Stan Lee não dá indicações de que vai parar de trabalhar tão cedo. Numa parceria com os criadores de Downtown Abbey, o co-criador dos principais personagens da Marvel criou um novo super-herói exclusivo para a TV britânica.

Na série chamada Lucky Man, acompanharemos a história de um detetive de Londres (interpretado por James Nesbitt, de O Hobbit) que ganha um bracelete encantado num dos piores momentos da sua vida: sua esposa e filho o abandonaram, seu chefe acha que ele está envolvido com uma gangue e ele está devendo dinheiro para o crime organizado por causa do seu vício em apostas. A melhor coisa é a habilidade mágica desse bracelete: concede ao protagonista a habilidade de controlar a própria sorte.

“Lucky Man é um tipo diferente de série de super-herói – Stan teve uma ideia absolutamente incrível; algo com que todos nós podemos nos identificar. E se você pudesse controlar a sorte? Será que isso seria a melhor coisa que alguém poderia ganhar, ou o pior pesadelo? É uma mudança que traz todo o gênero de super-heróis de volta para a realidade”, disse Richard Fell, produtor-executivo da série

Eve Best, Siena Guillory, Amara Karan, Darren Boyd, Omid Djalili, Jing Lusi e Kenneth Tsang estarão no elenco da série, que deve estrear em 2016, com 10 episódios na sua primeira temporada.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários