Review | White Collar 4×02: “Most Wanted”

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 23 de julho de 2012

A ausência de Neal do FBI durou muito pouco. O vigarista já está de volta, mas agora é Peter quem está ausente. Quanto tempo mais vai levar para a dupla dinâmica se acertar?

Where’s in the World is Neal Caffrey? – Parte 2

Spoilers abaixo.

Ao contrário do ano anterior, esse começo de temporada de White Collar não está me empolgando em nada. Obviamente, eu fui um tolo por esperar algumas aventuras e desventuras de Neal como um fugitivo. A série é sobre um homem se redimindo da sua vida passada, encontrando uma maneira de ser útil para a sociedade.

Dessa maneira, Neal precisa voltar logo para Nova York e continuar seu trabalho no FBI. Mesmo que isso signifique que um órgão policial de nível federal vai simplesmente esquecer que o vigarista fugiu do país. Ah não, ele estava “trabalhando com o Collins” para pegar o outro perigoso fugitivo.

O problema é que eu gosto demais de White Collar pra levar esse tipo de coisa numa boa. Mesmo sabendo que a história é sobre a recuperação do Neal, sobre o fato de que ninguém é “mal” pra sempre, ninguém é errado e ninguém nasce assim, a decisão de colocar o vigarista no FBI novamente em dois episódios depois de ter fugido do país, acaba tirando todo o peso de decisões e acontecimentos importantes da série.

E o exemplo das consequências desse tipo de coisa vem ainda nesse episódio. Como eu vou achar que o Peter sendo transferido da Divisão de Crimes do Colarinho Branco é algo importante? Provavelmente ele volta em dois episódios, não?

Pessoalmente, eu faria o Neal voltar para Nova York em segredo, atuando como uma espécie de Robin Hood misturado com Dexter e com toques de Leverage. Caffrey roubando ou atrapalhando os ricos criminosos, enquanto é caçado por Peter. Daria pra trabalhar a recuperação dele (por um mal caminho), enquanto ele continuava achando que era um criminoso por causa do pai e tal. A temporada toda podia seguir por esse caminho e então, no fim, a gente poderia ter essa trama da ilha, com ele querendo voltar para o FBI e fazendo o acordo para capturar o tal criminoso procurado.

Talvez eu esperasse demais da série que sempre correspondeu, talvez eu estou apenas sendo chato. A verdade é que dois dos episódios mais bem produzidos, filmados e atuados da série não me empolgaram nenhum pouco, apesar dos seus bons momentos. Peter como barman ficou ótimo, Neal levando um tiro mostrou um pouco de seriedade na ameaça do Agente Collins, Mozzie ficando para trás também foi interessante. Vamos ver o que vem pela frente.

Promo do próximo episódio:

http://www.youtube.com/watch?v=VspUiFhJQ0g

Reviews da temporada


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários