Review | Suits 2×04: “Discovery”

  Luana Gonçalves  |    quinta-feira, 02 de agosto de 2012

Travis Tanner retorna para adicionar ainda mais drama em Suits. Como se eles já não estivessem ocupados demais com a guerra civil no escritório...

Se no episódio anterior eu achei que Hardman estava sendo um vilão muito simpático, “Discovery” trouxe de volta uma pessoa absolutamente odiável na primeira temporada, Travis Tanner. O advogado de Boston que foi derrotado brilhantemente por Harvey no 1×09 retorna para adicionar ainda mais drama na vida dos nossos advogados queridos. Como se eles já não estivessem ocupados demais com a tal guerra civil no escritório…

Tanner aceitou um emprego em uma firma de Nova York (na minha opinião, apenas pretexto para se vingar, naquela história de ‘mantenha seus amigos perto e seus inimigos mais ainda’) e está processando um cliente de Harvey e ele próprio, acusando-o de ter retido informação no caso judicial. Harvey afirma que nunca viu o documento que Tanner alega ter sido escondido e pede a Donna que ela revise os arquivos do caso, sem ninguém saber, só para ter certeza. Afinal, se ele realmente recebeu o documento, ele pode ser acusado de fraude e ter sua licença para advogar revogada.

Na tentativa de resolver o caso com seu cliente, Harvey acaba sendo demitido, mas isso não o deixa abalado. Em poucos segundos, ele já tem um plano em mente e pede para Mike ajudá-lo. Mike, que passa o episódio inteiro trabalhando com Louis como punição por tirar sarro de Harvey, encontra uma informação valiosa que ajuda seu chefe a descobrir mais sobre o caso de anos atrás. Isso com Tanner fazendo aparições o tempo todo, com aquela cara de metido e ameaçando o Harvey e…ah, eu não suporto esse cara!

Lembra que na review anterior eu mencionei que Louis estava sempre alternando entre simpático e antipático? Bom e mau? Esse episódio é um ótimo exemplo de como isso acontece. Durante o processo em que trabalha com Mike, o associado consegue ver como Louis é um bom advogado e, mesmo começando como um castigo de Harvey, ele acaba gostando do tempo que passa com o outro. Tudo estava muito lindo e na paz, até Mike decidir não contar o que está acontecendo com o Harvey e Louis simplesmente resolver implantar uma escuta – seu gravador – no escritório de Harvey, para depois contar tudo sobre o processo para o Hardman. Porém, uma coisa interessante saiu disso tudo. Mesmo sem suportá-lo, Jessica e Harvey terão que trabalhar juntos com Hardman para que eles ganhem o processo de Tanner contra Harvey e, consequentemente, contra a firma. Só imagino a bagunça que isso vai dar…

E falando em desastre, adivinha quem achou o documento que Tanner estava acusando Harvey de esconder? Donna. E quem foi a pessoa que recebeu o tal papel? Isso mesmo, Donna. Pelo jeito que ela ficou abalada, dá para ver que a assistente não se lembrava de ter recebido o documento, mas mesmo assim, chegou no escritório de Harvey e isso pode resultar no fim da carreira dele. Grande cliffhanger, ótimo episódio, pura apreensão.

Reviews da temporada


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários