Review | Suits 2×02: “The Choice”

  Luana Gonçalves  |    sábado, 23 de junho de 2012

A segunda temporada de Suits continua firme e forte, mas o mesmo não pode ser dito das relações entre os personagens da série.

Depois da tempestade, vem a calmaria. Essa expressão define bem o novo episódio de Suits, que não teve tanta agitação e plot daqueles que prende os olhos do telespectador na tela quanto a season premiere teve. Mas isso não quer dizer que seja algo ruim. “The Choice” foca nas preparações emocionais e escolha de lados dos personagens para a “guerra civil” que está por vir entre Jessica Pearson e Daniel Hardman, sócios da aclamada firma de advocacia que leva o nome de ambos.

Mike, que continua empregado apesar de Jessica ainda não aceitar completamente essa situação, se encontra no meio de um dilema envolvendo Rachel. O problema é que Mike, como vimos na temporada anterior, é um cara bonzinho e só ficaria com ela se fosse para ter uma relação saudável, isto é, não esconder o fato de que não possui nenhum diploma. Harvey diz a Mike que se ele quiser continuar com a (quase) namorada, não deve contar a verdade. A outra alternativa? Colocar um ponto final no relacionamento. E Harvey tem razão em impor isso. Lembra na temporada anterior, quando Rachel foi acusada de ser uma espiã de outra firma e que, mesmo sendo inocente, se sentiu desvalorizada e decidiu ir à tal firma para contar os segredos de Pearson Hardman? Bom, imagina o que acontecerá se Mike, desastrado e enrolado como ele é, faz alguma coisa errada e ela, irritada, resolve revelar a todos a mentira que Mike está vivendo? Isso destruiria não só Mike, quanto Harvey e até mesmo a Jessica.

E falando em pessoas que não são confiáveis, a relação de Jessica e Harvey, que tinha tudo para ficar cada vez mais sólida, acaba tomando o rumo inverso. Não é nada novo que Harvey desobedece às ordens de sua chefe quando acredita estar certo. Porém, dessa vez, não foi bem assim. Apesar de ter conseguido fechar o acordo do caso em que estava trabalhando, ele foi contra o que Jessica o mandou fazer e isso significou muito mais para ela. Afinal, Jessica está prestes a lutar pela sua posição atual na firma e tudo o que ela mais queria era alguém para confiar e Harvey, a única pessoa perfeita para esse cargo, falhou.

Quem falhou também foram os escritores desse episódio em um ponto crucial: Daniel Hardman. O “vilão” da temporada não apareceu em nenhuma cena e foi um pouco desanimador, já que, depois do primeiro episódio da temporada, todos estavam esperando mais confrontos e intrigas causadas por ele. Um outro ponto fraco foi a utilização de slow motion com Rachel fazendo movimentos casuais, mas totalmente sexy na visão de Mike. O quão clichê é isso?

“The Choice” foi, no final das contas, um episódio leve e pesado ao mesmo tempo. Não foi intenso e recheado de suspense e adrenalina quanto o anterior, mas a carga emocional contida nele trilhou um caminho forte para as próximas situações que prometem cada vez mais drama.

Aproveite e assista a promo do próximo episódio:

http://www.youtube.com/watch?v=lAceq6UzqXg


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários