Review | Person of Interest 2×15: “Booked Solid”

João Paulo

  segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Review | Person of Interest 2×15: “Booked Solid”

O novo episódio da série revisita arcos que ficaram em aberto, adiciona mais ação na mistura e atiça o público com cliffhanger inesperado no final.

PoI 2x15 03

Person of Interest continua sua sequência com bons episódios, este, por exemplo, é outro caso de como a série consegue criar boas histórias e utilizar suas tramas paralelas para manter o interesse da audiência, assim como ela sabe utilizar algumas participações especiais de personagens conhecidos, ter boas reviravoltas e ainda consegue revigorar alguns clichês do gênero tornando a experiência de assistir ainda mais divertida.

Se na semana passada a série explorou o lado rico de Manhattan com Reese protegendo um bilionário, nesta semana as atenções voltaram-se para o ramo hoteleiro da cidade de Nova York, afinal a POI da semana Mira Dobrica interpretada pela linda Mia Maestro (da série Alias), era camareira em um hotel do lugar, motivo que levou John e Finch a trabalharem em campo disfarçados para descobrir quem poderia querer assassiná-lá.

Uma coisa que percebi nos últimos episódios de Person of Interest é que aos poucos a trama está se tornando ainda mais global, apesar das vítimas residirem em Nova York (lugar que, aliás, reúne pessoas do mundo inteiro) o roteiro da série arranja um modo de encaixar suas origens na mistura e com isso temos histórias como a desse episódio. Mira tem origem albanesa e é uma refugiava da guerra de Kosovo, mas os motivos dela ter vindo parar nos EUA só vão ficando claro no decorrer do episódio o que achei um acerto porque desse modo à narrativa flui melhor ao utilizar os conhecimentos de Finch sobre o caso e as habilidades de Reese e pequenas doses durante todos os quarenta minutos.

Ainda que caso da semana passada tenha sido melhor, este leva crédito por conseguir utilizar os personagens principais e alguns coadjuvantes em prol da narrativa principal, Fusco também entra como reforço depois que Harold e John descobrem que a verdadeira ameaça à camareira é uma equipe de assassinos treinados vinda direta de Kosovo a mando de um coronel de lá, além do detetive, Zoe Morgan (Paige Turco) volta a fazer mais uma participação no episódio ajudando no caso.

Com as coisas movimentadas no hotel, a subtrama de Carter entra na narrativa do mesmo jeito que na semana passada, com um, porém, naquela vez eu reclamei que a trama dela soava um pouco deslocada apesar de ter certa relevância num todo para o desenvolvimento da personagem, desta vez corrigiram a falha conseguindo com que esse plot não só acrescentasse alguma coisa importante, como também conseguiram entrelaçar com a trama principal de Reese e Finch, dessa forma a cena final da delegacia se torna ainda mais coerente e adequada.

Ainda sobre a detetive, estou gostando da atenção que a série está dando para ela, semana passada resgataram a trama dela com Fusco sobre o caso do policial morto, nesta semana voltaram o plot da promoção dela para assumir um cargo de agente no FBI (sugerido por Donnelly no episódio 2×12) mostrando que os roteiristas não deixam escapar nenhum detalhe, aliás, até a história do affair com detetive Beecher retornou para a história, sendo que a sacada aqui foi utilizar os dois plots em conjunto, afinal ela não conseguiu a promoção por causa do seu envolvimento com o policial, que de acordo com os federais tem a ficha bem suja.

Essas duas narrativas já davam bastante base para se trabalhar no episódio, mas Person of Interest não se acomoda com pouco e aproveitou para trazer definitivamente a trama de Washington para linha de frente, esse arco começou discreto no começo da temporada, com agente casca grossa Hersh limpando os rastros deixados após a morte da Alicia Corwin, depois ele voltou a aparecer de novo no episódio “Prisoner’s Dilemma” dentro da prisão já pondo em prática seu plano de matar Reese (leia mais sobre o assunto nas observações) e assim destruir a única ponta solta que faltava concluir na sua missão designada pelo “conselheiro especial” do governo, neste episódio chegamos ao momento da verdade, John e Hersh ficaram frente a frente e o coro comeu, a onça bebeu água e todos os outros adjetivos que você pode imaginar, no final Reese venceu (alguém duvidava?), mas pode ter cometido um erro ao ter deixado o assassino vivo (maldita conduta de bom moço).

O confronto de Reese e Hersh foi apenas um dos twists bacanas do final do episódio, que foi bem movimentado por sinal, Mira foi salva por Reese, Finch e Fusco no hotel, mas precisou ser salva novamente por Carter na delegacia como eu já havia citado antes, acabou que descobrimos que os assassinos estavam atrás dela porque a mesma testemunha das atrocidades do tal coronel corrupto que matou toda sua família. A cereja do bolo desde episódio ficou por conta da última cena em Washington com ninguém mais ninguém mesmo do que ROOT, sim galera ela voltou e está disfarçada de secretária pertinho do conselheiro especial, uma bela surpresa para deixar o episódio ainda melhor.

Desse modo chegamos à conclusão que “Booked Solid” foi outro bom episódio de POI, conseguiu reorganizar a trama, fechar algumas pontas soltas e deixar o público pedindo por mais (consequência do retorno de Root a trama), o cuidado de roteirização do episódio foi outra característica muito bem vinda por se atentar aos detalhes e por trabalhar de forma adequada seus personagens, além de empregar humor as cenas e uma dose boa de ação nos momentos certos, soube ainda dar um frescor de novidade ao caso da semana fechando assim o pacote de entretenimento que ultimamente tem sido figurinha carimbada nos episódios da série.

Observações de Interesse:

Washington contra Reese: Prá quem não se lembra, o conselheiro especial soube do “man in a suit” no episódio 1×22, quando John ajudou o analista da NSA escapar. Além disso Hersh foi mudando sua trajetória a medida que limpava os vestígios da morte de Alícia, desse modo quando John foi preso pelo FBI, o paradeiro do “man in a suit” foi revelado chegando ao ouvido do alto escalão que envio o assassino para apagá-lo.

Gastando dinheiro feito água: Finch gastou 10 milhões de dólares no episódio passado comprando cartas de Einstein, neste episódio ele gastou mais uma grana para comprar um hotel de luxo, ok Harold você já provou que tem dinheiro, não precisa humilhar.

Finch e sua paixão por hotéis: Harold parece ter dom para o ramo hoteleiro, se ele não estivesse com o trabalho de salvar vidas, com certeza ele daria um bom gerente, pois é prestativo e tem gosto refinado.

“John”, “Zoe”, “I haven’t seen you since the divorce” – Diálogo bem humorado entre Zoe e John em uma das melhores cenas do episódio. Um fato interessante sobre essa cena é que o diálogo faz menção ao episódio 2×06, quando os dois fingiram estar casados, aliás os roteiristas daquele episódio Nic Van Zeebroeck eMichael Sopczynski também roteirizaram esse.

– Ainda sobre os dois, aproveitando o “Valentine’s Day” (o dia dos namorados nos EUA), usaram uma cena de puro flerte entre Reese e Zoe, será que o “man in a suit” se deu bem?

Telas Azuis (exemplo na figura abaixo): graças à galera nerd da comunidade Person of Interest Brasil [http://www.facebook.com/groups/personofinterestbr/] foi possível descobrir o que significa as telas azuis que apareceram no episódio 14 e voltaram a aparecer neste episódio, são textos referentes à literatura, questões políticas envolvendo ameaças terroristas e agentes biológicos perigosos.

PoI 2x15 01

00:00:40 → a primeira tela a aparecer no episódio é um texto extraído da cena de Sonambulismo da peça Macbeth de William Shakespeare, cena mostra Lady Macbeth andando em pleno sono pelo castelo confessando seus pecados e tentando lavar o sangue de suas mãos, é único momento em que podemos ver a vunerabilidade da personagem.

00:20:50 → a segunda tela azul tem um texto que fala sobre bioterrorismo extraída do site National Institutes of Health’s basicamente explicando tudo sobre esse tipo de prática e os agentes biológicos que normalmente são usados nesses ataques.

00:40:16 → a terceira tela azul tem um texto sobre Anthrax também extraído do site National Institutes of Health’s, dessa forma está ligado diretamente ao texto de bioterrorismo.

Palpite: Sonambulismo, bioteorrismo e anthrax sugere que uma pessoa pode ser induzida a fazer o ataque biológico sem que tenha consciência do que está fazendo , talvez seja isso que a machine esteja prevendo que aconteça caso as pessoas por trás do vírus tenham êxito no futuro.

  • Significado das telas do episódio 2×15:

00:03:45 → a primeira tela azul tem um texto que fala sobre “Bin Laden Determined To Strike in US” (Bin Laden determinado a atacar os EUA) extraído do diário presidencial feito pela CIA na época de George W. Bush alertando sobre o possível ataque do terrorista em solo norte americano, coincidentemente esse texto foi liberado 36 dias antes dos atentados de 11 de setembro de 2001.

00:22:25 → a segunda tela fala de um texto sobre uma passagem da bíblia Apocalipse 16.1 que em um trecho diz: “Então ouvi uma forte voz que vinha do santuário e dizia aos sete anjos: “Vão derramar sobre a terra as sete taças da ira de Deus”.”

00:40:14 → a terceira tela fala sobre o tipos de agentes químicos de guerra citando o agente que asfixia como um dos mais antigos já usados, fazendo referências a primeira guerra mundial e os efeitos do tal agente no organismo humano.

Palpite: Falar de Osama Bin Laden, Bíblia e citar agentes químicos sugere uma ameaça ainda maior do que se espera e ao que tudo indica os efeitos para humanidade podem ser catastróficos de um jeito irreparável. Lembrando que isso são dados da machine que tem objetivo projetar o pior cenário possível como consequência dos efeitos da liberação do vírus na rede.

Obs: Agradecimentos especial a Ricardo Santana, Gabriel C. Morais e Luana Cavalcante pela conversão do códigos nos textos comentados acima.

– Um episódio sem a presença do cachorro Bear, não sei vocês, mas eu senti falta, tomara que ele volte no próximo.

– Mais um motivo para Reese ser o melhor dos badass, saca só essa cena, ele já estava se segurando para fazer isso com gerente do hotel desde o começo do episódio.

PoI 2x15 02

 – Próximo episódio promete várias surpresas e uma personagem nova que promete ser uma versão feminina do Reese, veja a eletrizante promo:

http://www.youtube.com/watch?v=YQ8NgWBoYAk


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários