Review | Justified 3×02: “Cut Ties”

  Eder Augusto de Barros  |    sábado, 28 de janeiro de 2012

Novos personagem, antigas confusões, Boyd melhor do que nunca, e Raylan ainda dorme, mas mesmo assim, resolve.

Carla Gugino como Karen Goodall em Justified

Se há uma série em que eu não consigo citar um episódio ruim, essa série é Justified. Se você acompanha os reviews do Supernovo, já deve ter visto eu encher a bola de Breaking Bad em outros textos, é a minha série preferida, mas tem alguns altos e baixos. Já Justified é sempre em subida. Os episódios são todos bons e não tem como não se divertir com a série.

Como sempre nos inicios de temporada, tivemos um caso da semana, mas o que diferencia Justified das outras séries procedurais é a existência da história da temporada em todos os episódios, e em grande volume, o caso da semana é quase sempre mero coadjuvante. Nessa semana o caso despertou um Art muito foda, tenho que admitir que eu já gostava dele, mas depois desse episódio, sou fã do Art!

O caso nada de elaborado e relevante teve, tiveram de investigar a morte de um Marshall que tinha algumas testemunhas num programa de proteção e uma delas o matou. Foi legal o caso, introduziu uma nova personagem, Karen Goodall (Carla Gugino), que teve uma cena com Raylan que foi bem interessante, chutaram bundas numa invasão. E pelo entendido no final, o casal Winona e Raylan será perseguido pela moça, deu a entender que ela tem uma queda pelo cowboy.

O caso também mostrou o Art que não conhecíamos como eu disse. E para fechar também nos fez ver que Rachel pode ser um personagem a evoluir na trama, e eu gostaria que sim, o Tim é foda, mas é muito manjado, a Rachel daria mais barulho.

No pararelo Boyd foi malandro ao extremo, conseguiu pegar Dickie, o episódio deu a entender que Raylan não queria, mas eu acho que foi o contrário, ele queria, afinal no episódio anterior chamou o Boyd para falar que 10 doláres sumiram na contagem, mesmo? Eu acho que ele já sabia a reação de Boyd e foi um favor colocá-lo na prisão para pegar Dickie, e depois foi lá só tirar. Raylan é mais malandro do que parece.

Walton Goggins é foda! São poucos atores que conseguem fazer com que simpatizem com o vilão uma hora e em outra odeiem-no, e ele faz isso. Nesse episódio, conseguimos adorá-lo pela maneira como enrola Raylan, pega Dickie, não o mata, e descobre onde tá o dinheiro de Mags, Boyd tem futuro.

O episódio guardo no fim uma cena também muito bacana, conhecemos o vilão da temporada, Limehouse (Mykelti Williamson). Vou te dizer, o cara é foda, vai dar trabalho para o Raylan, que será “bombardeado ” de um lado por Duffy e seu novo amigo, e por outro com Boyd e Limehouse, promote uma boa temporada.

Os fãs de Elmore, escritor do livro que inspirou a série, elaboraram uma teoria que a personagem nova Karen Goodall é na verdade Karen Sisco, protagonista da série homônima criada também por Elmore, ambas as personagens de nome Karen são interpretadas pela mesma atriz Carla Gugino. A série é de 2003. Pode até ser verdade pelo espanto de Raylan ou ouvir o seu sobrenome e ao mesmo tempo parecer conhecê-la, e também na cena da invasão que eles estão juntos Raylan vai apresentá-la e diz apenas o primeiro nome pois não se lembra do segundo, e ela completa. Ficou um bom easter egg. Vale pela curiosidade.

Promo do próximo episódio: “Harlan Roulette”

http://www.youtube.com/watch?v=Zvbs6JBz4JM

Outras reviews de Justified:


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários