Review | Breaking Bad 5×02/03: “Madrigal” e “Hazard Pay”

  Eder Augusto de Barros  |    quarta-feira, 08 de agosto de 2012

Walter White em um caminho cada vez mais veloz rumo ao lado negro da força, sua transformação acontece cada vez mais rápido...

Bom, vamos lá, promoção compre um leve dois começando em 3, 2, 1…

5×02: Madrigal

Primeiro, para quem não está recordando, Madrigal é a empresa que vendeu os equipamentos do laboratório de Gus, e que fornecia os suplementos químicos.

Madrigal foi um episódio feito para o Mike, e para mostrar o muito de Walter que existe em Mike. Descobrimos que a empresa que fornecia os químicos e equipamentos de laboratório estava com Gus no negócio. O episódio começa com um chefe de uma rede de restaurantes franqueados, sendo procurado pela polícia para interrogatório e cometendo suicídio.

Com Jesse muito preocupado com o cigarro com ricina, e aqui talvez vemos umas das cenas mais emocionantes da série até agora, e o momento em que muita gente esperava. A relação fraternal dos dois, quando mesmo sendo de uma maneira armada por Walter, o “falso” cigarro estava lá no aspirador de Jesse, e a reação dele ao descobrir foi da mais pura em um filho arrependido, e vamos ver isso mais vezes, espero.

Quem se lembra do season finale da terceira temporada quando vemos um flashback de Walter e Skyler quando compraram a casa que moram hoje, Skyler ainda grávida de Walter Jr. e ao ver o quarto do casal Walter diz a ela que quer ter três filhos. E à essa altura, nesse episódio ele já tem e todos nasceram naquela casa, inclusive o terceiro, Jesse, nasceu como filho de Walter no dia em que quase o matou, ele explica isso nas entre-linhas numa conversa com Skyler no episódio 5×04 .

Descobrimos nesse episódio uma nova personagem, Lydia, aparentemente que fazia a ligação entre Mike (Gus) e o chefe da Madrigal, uma vez que ela trabalha na empresa. O episódio mostrou o DEA se aproximando das pessoas certas que comandavam a operação de Gus, e viram em Mike o potencial sabe-tudo da parada. E estão certos, porém a badassidade de Mike segura os outros de abrirem suas bocas, e é basicamente isso que vemos no episódio, ele tentando manter o controle entre as pessoas envolvidas para que ninguém abra o bico.

Além disso para finalizar, o mais interessante no roteiro deste segundo episódio foi o desenho da nova formação do tráfico, Walter, Jesse e Mike sócios? Como não pensei nisso antes…

Nem vou comentar as palhaçadas da Skyler, eu acho que tenho um lado Walter White muito desenvolvido em mim, pois acho exageradamente exageradas as reações de Skyler, acredito e entendo que possam ser normais, afinal, o marido quase foi assassinado e é um traficante como ela diz. Mas ele me passa uma sensação de “empata-foda” que não consigo engolir…

Bom diferente de outras reviews, eu não achei o principal momento desse episódio a maneira como o “dono” da Madrigal se suicida, ou como Mike dá um cala-boca em Lydia e resolve as pendencias dela. A melhor coisa do episódio foi mesmo a sequência total com Jesse e Walter procurando o cigarro.

5×03: Hazard Pay

Uma palavra resume esse episódio: Foda!

I’m just trying to say that I trust you, and I know you’ll make the right call. – WHITE, Walter.

O trio Walter, Jesse e Mike começaram as operações, e o episódio nos mostra basicamente a saga dos três para encontrar um lugar para operar, de como conseguir os equipamentos do laboratório e finalmente como vender.

A definição é básica e todos sabíamos como iria ser, Jesse e Walt cozinham, Mike cuida da distribuição.

A solução que eles arranjaram para o laboratório móvel é simplesmente genial, confesso que num primeiro momento eu achei idiota e forçado, mas vendo em ação o plano, eu achei muito bom… Pena que aparentemente levantou alguma suspeita logo no primeiro momento e acho que isso vai ser repetir mais vezes.

Outra vez tivemos um momento fraternal entre Jesse e Walter, acho que isso se tornará mais comum à cada episódio. O encontro de Walter com Brock foi tenso, será que o menino lembra de alguma coisa? Até agora não nos foi explicado como Walter envenenou o menino. O episódio porém parece ter cortado as chances de descobrirmos, no fim do episódio depois da discussão de Walter com Mike por conta do dinheiro em largas quantidades que foi tirado do total da venda para pagar várias despesas da distribuição.

Jesse conta para Walt que terminou com Andrea, provavelmente foi depois da conversa que eles tiveram quando estavam cozinhando na primeira casa, em que Walter no maior papel de pai dá concelhos à Jesse, e mais, quando a conversa iria acabar naquelas enormes discussões entre os dois onde um nunca da o braço à torcer pelo outro, Walt solta um: “Eu só estou tentando dizer que confio em você!”

Skyler continua com palhaçadas, impressionante, à cada episódio gosto menos da personagem.

Ted Benekee ainda assombra a vida deles, ou não, mas agora Marie já sabe que Walter é corno manso, o que é uma jogada inteligentíssima de Walt se você analisar friamente. Marie com toda certeza no mundo vai contar a Hank, e Walt quer que isso acontece. O bom moço, professor de química, caixa de lava-rápido, à essa altura é só um personagem do novo Walter. E ele assim está mantendo o disfarce. Mentalize a cena:

Steve Gomez: “Hank, o cozinheiro de Meth pode ser seu cunhado Walter…”

Hank: “Jamais Steve, Walter é um corno manso traído pela mulher com o chefe bem embaixo do nariz…”

Cola perfeitamente, mais um movimento genial de Walter, mais um passo para o ladro negro da força, mais uma evolução na sua trilha para o mal.

Outras Reviews da Temporada


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários