Review | Breaking Bad 5×01: “Live Free or Die”

  Eder Augusto de Barros  |    segunda-feira, 23 de julho de 2012

We're done when I say we're done! - WHITE, Walter

O personagem mais badass motherfucker voltou à tv americana no último domingo dia 15 de Julho, e eu já dei vários motivos para as pessoas conhecerem Breaking Bad, agora é a hora de falar desta quinta e última temporada do melhor seriado em exibição na tv norte-americana. Não, não estou exagerando. Spoilers abaixo, já sabe.

Este primeiro e tão esperado episódio da quinta temporada começa mostrando o que aconteceu no final da quarta temporada e deixando claro que foi Walter que armou todo o plano para envenenar Brock com o “Lírio-Qualquer-Coisa” que não me lembro o nome. Ele armou tudo para trazer Jesse para seu lado e com isso, por tabela, trazer Mike. Uma jogada de mestre, e como ele mesmo disse no fim da quarta temporada: “Eu venci!” ao som da ótima Black do Danger Mouse & Daniele Luppi . Esse final foi tão sensacional que a série poderia perfeitamente acabar ali, seria triste, mas seria perfeito.

Por que perdi um paragrafo nisso? Porque conversei com várias pessoas, e uma larga parte delas não pegou a armação de Walter nesse season finale, foi uma parada meio David Fincher, em que você nunca soube, só soube no final e explodiu sua cabeça, mas foi tão sucinto que muita gente realmente não pegou o ocorrido, tanto que esse episódio começa mostrando em sequência direta Walter se livrando das coisas usadas, tanto na bomba de Gus quanto no envenenamento de Brock para deixar claro o ocorrido.

Mas antes disso, na já conhecida cena antes da abertura, vimos um Walter White no futuro, um flash forward, ele já está com cabelo, mais acabado, em alguma lanchonete de estrada tomando seu café da manhã, no seu aniversário de 52 anos, e aparentemente, pelo pouco de geografia que eu entendo, ele está fugindo de Albuquerque para algum lugar, pra cima e não para baixo (México). No fim da cena ainda vemos ele trocar um pacote de dinheiro com um homem que entra no estabelecimento, e pegar a mala dele de um carro e trocar para outro que tinha uma shotgun no porta-malas. Detalhes para ter em conta nesta cena, Walter não está nem com seu carro e nem muda para seu carro. Pelo tamanho do cabelo, está pelo menos 6 meses no futuro. Estava com uma ID falsa, já que ele não queria a comida grátis pelo sentimento de culpa, que é típico dele.

We’re done when I say we’re done!
– WHITE, Walter

Ocupei tanto do review com isso, porque achei o mais importante do episódio, não que tenha sido um episódio ruim, mas o que realmente importou foi a cena antes da abertura. O episódio basicamente foi a redenção de Walter White como o rei do tráfico de meth na região. Ele elaborou tão perfeitamente o plano que Jesse passou para seu lado com fiel escudeiro, Mike apesar de puto e louco de vontade de matar Walter, acaba sucumbindo à Walter pela simpatia que tem por Jesse. Saul Goodman querendo pular fora, acaba ficando “refém” de Walter, como o primeiro poster da temporada dizia: “All Hail The King” uma expressão famosa para “Salve o Rei”.

É impressionante como a má influência de Walter White consegue fazer com que as pessoas se convertam ao mal caminho independente da maneira, forma ou método. Mr. White consegue tudo o que quer. Esse episódio é mais uma prova disse, apenas de ser um tema meio bobinho, teve seu charme em conseguir recuperar/apagar os dados do computador de Gus que guardavam as filmagens do laboratório.

Outro arco explorado no episódio foi a relação de Skyler com Ted, afinal ele não tinha morrido, eu na verdade nunca achei que ele tivesse morrido, mas muita gente achou, acho que vão explorar essa relação melhor nessa temporada, Skyler fez a cagada de dar todo dinheiro à ele, depois pisou na merda ao pedir à Saul uma ajuda que ocasionou o fato do acidente. Skyler está na mão de Ted agora e teorizando loucamente, eu diria que Ted irá chantagear Skyler no futuro e isso possa ser uma das razões para Walter estar fugindo, quando a merda é atirada do ventilador, espirra para todos os lados.

Momento ótimo do episódio também foi o “Eu te perdoo” de Walter para Skyler, as vezes o cinismo de Walter me impressiona, e Bryan Cranston faz isso cada vez ser mais brilhante. Enfim, que venha o próximo.

Promo do próximo episódio: 5×02 Madrigal

http://www.youtube.com/watch?v=-6e9vLy4fjM


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários