Review | American Horror Story 1×10: “Smoldering Children”

  Jéssica Pagliai  |    domingo, 08 de janeiro de 2012

Este episódio foi quase todo centrado em no caso que penso que muitos já desconfiavam... Então sugiro, que não continue lendo caso ainda não tenha assistido o episódio e não quer ter a tensão revelada.

Smoldering Children - American Horror Story

Antes dessa super revelação, começamos por ver a Ação de Graças da família Langdon, do ano de 1994. Estavam todos na casa, que na realidade naquele ano pertencia a Larry já que depois de sua família ter sido morta queimada, adota os Landgdon como sua. Quem pede graças é Tate, que do seu jeito agradece por aquela, que diz ser a nova piada da família e dentre outras coisas mais… Não satisfeito antes de ir à escola e totalmente drogado, vai ao escritório de Larry o encharca de gasolina e lhe coloca fogo sim, ele é queimado daquele jeito graças ao Tate e não a tragédia de sua esposa como vivia dizendo.

Voltando aos Harmons, já não bastavam os a sanidade abalada de Vivian, os problemas financeiros que impedem de se mudar da casa, Violet que graças as suas faltas na escola tem o juizado acionado, ainda a casa está infestada de moscas… Na tentativa de acabar com pelo menos um desses problemas, Ben decide procurar outra escola com Violet e é então que as coisas ficam no mínimo que estranhas.

A garota já pronta para sair, é abordada por Tate que pede que fique aquela tarde com ele. Mais tarde, diz que estão tentando os separar e sugere “se matarem juntos” para assim ficarem juntos para sempre. Claro que assusta Violet com essa proposta, e com medo ela sai correndo a procura do pai que estava desmaiado por conta da briga que teve com Tate, vestido de Rubberman e tenta fracassadamente, de sair da casa.

E é então que descobrimos que Violet está morta, graças àquela overdose de comprimidos para dormir, de Piggy Piggy. Tate tentou salvá-la, mas como tinha tomado tantos comprimidos, a tentativa foi em vão. Violet morreu chorando, e segurada por Tate morreu sendo amada. A escondeu para que não descobrisse repentinamente, mas acaba sendo obrigado a mostrar o corpo para que acreditasse nele e, conta que sugerir que se matassem juntos pensando que escolhendo morrer com ele, não ficaria tão triste… #socute

Constance é a principal suspeita da morte do namorado Travis, o Dália Boy graças ao modo como foi encontrado. Mas pobre Larry pois alem de ter sofrido tanto por ela, confessa que cometeu o assassinato para salvá-la da acusação, mesmo tendo sido apelas quem eliminou o corpo.  Já na prisão, recebe a visita de Constance que, alem de dizer que não o ama confessa que estava o usando para voltar a casa, onde o espírito do filho Beau está preso. Pelo menos antes da confissão, Larry encontrou finalmente o fantasma de sua esposa e filhas. As meninas Angela e Margareth fizeram um novo amigo Travis que estão fazendo a festa do chá, que inclui até um bom sotaque inglês.

Por fim, finalmente os Harmons tem uma boa noticia Ben finalmente acredita em Viv e em breve voltará para casa, mesmo parecendo não estar muito animada com a volta…

Não perca os próximos reviews onde quem sabe veremos a grande família do mulherengo feliz, com a sua amante, a esposa e seu estuprador que por acaso é namorado, da filha, os bebês novos, a empregada louca, a vizinha que querem os bebês e vários outros fantasmas…

Outros reviews de American Horror Story:


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários