Conheça os vencedores do Eisner Awards 2015

Eder Augusto de Barros
edaummm

  sábado, 11 de julho de 2015

Conheça os vencedores do Eisner Awards 2015

Cerimonia fica marcada pela ausência de Frank Miller que está com sua saúde bastante debilitada

Como já é costume, a San Diego Comic-Con também serve para a entrega do Eisner Awards, o Oscar dos quadrinhos. A 27ª edição da maior celebração da indústria americana dos quadrinhos acabou por entregar o mair prêmio para Emily Carroll com sua história When the Darkness Presses e premiou Saga de Brian K. Vaughan e Fiona Staples como a melhor série, porém, a cerimonia de 2015 acaba ficando marcada pela ausência de Frank Miller, que recebeu sua entrada no Hall da Fama mas devido a saúde debilitada não conseguiu estar presente para receber a honraria que foi aceite por Jim Lee em seu lugar.

Melhor história
“When the Darkness Presses”, de Emily Carroll, http://emcarroll.com/comics/darkness/

Melhor edição única
Beasts of Burden: Hunters and Gatherers, de Evan Dorkin & Jill Thompson (Dark Horse)

Saga-2Melhor série
Saga, de Brian K. Vaughan & Fiona Staples (Image)

Melhor minissérie
Little Nemo: Return to Slumberland, de Eric Shanower & Garbriel Rodriguez (IDW)

Melhor série estreante
Lumberjanes, de Shannon Watters, Grace Ellis, Noelle Stevenson, & Brooke A. Allen (BOOM! Box)

Melhor publicação infantil (para crianças de até sete anos)
The Zoo Box, de Ariel Cohn & Aron Nels Steinke (First Second)

Melhor publicação infantil (de 8 a 12 anos)
El Deafo, de Cece Bell (Amulet/Abrams)

Melhor publicação juvenil (13 a 17 anos)
Lumberjanes, by Shannon Watters, Grace Ellis, Noelle Stevenson, & Brooke A. Allen (BOOM! Box)

Melhor publicação de humor
The Complete Cul de Sac, de Richard Thompson (Andrews McMeel)

Melhor HQ digital ou webcomic
The Private Eye, de Brian Vaughan & Marcos Martin, http://panelsyndicate.com/

Melhor antologia
Little Nemo: Dream Another Dream, editado por Josh O’Neill, Andrew Carl & Chris Stevens (Locust Moon)

Melhor não-ficção
Hip Hop Family Tree, vol. 2, de Ed Piskor (Fantagraphics)

Melhor álbum gráfico (inédito)
This One Summer, de Mariko Tamaki & Jillian Tamaki (First Second)

Melhor álbum gráfico (reimpressão)
Through the Woods, de Emily Carroll (McElderry Books)

Melhor coleção de arquivo (tiras)
Winsor McCay’s Complete Little Nemo, editado por Alexander Braun (TASCHEN)

Melhor coleção de arquivo (quadrinhos)
Steranko Nick Fury Agent of S.H.I.E.L.D. Artist’s Edition, editado por Scott Dunbier (IDW)

Melhor edição americana de material estrangeiro
Blacksad: Amarillo, de Juan Díaz Canales & Juanjo Guarnido (Dark Horse)

Melhor edição americana de material estrangeiro (asiático)
Showa 1939–1955 and Showa 1944–1953: A History of Japan, de Shigeru Mizuki (Drawn & Quarterly)

Melhor roteirista
Gene Luen Yang, Avatar: The Last Airbender (Dark Horse); The Shadow Hero (First Second)

Melhor roteirista/desenhista
Raina Telgemeier, Sisters (Graphix/Scholastic)

Melhor desenhista/arte-finalista
Fiona Staples, Saga (Image)

Melhor desenhista/artista multimídia (páginas internas)
J. H. Williams III, The Sandman: Overture (Vertigo/DC)

Melhor capista
Darwyn Cooke, DC Comics Darwyn Cooke Month Variant Covers (DC)

Melhor colorista
Dave Stewart, Hellboy in Hell, BPRD, Abe Sapien, Baltimore, Lobster Johnson, Witchfinder, Shaolin Cowboy, Aliens: Fire and Stone, DHP (Dark Horse)

Melhor letreiramento
Stan Sakai, Usagi Yojimbo: Senso, Usagi Yojimbo Color Special: The Artist (Dark Horse)

Melhor veículo sobre quadrinhos
Comics Alliance, editado por Andy Khouri, Caleb Goellner, Andrew Wheeler, & Joe Hughes, www.comicsalliance.com

Melhor livro sobre quadrinhos)
Genius Animated: The Cartoon Art of Alex Toth, vol. 3, de Dean Mullaney & Bruce Canwell (IDW/LOAC)

Melhor trabalho acadêmico
Graphic Details: Jewish Women’s Confessional Comics in Essays and Interviews, editado por Sarah Lightman (McFarland)

Melhor design de publicação
Little Nemo: Dream Another Dream, design de Jim Rugg (Locust Moon)


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários