Stan Lee explica o sucesso de Os Vingadores e o fracasso de Demolidor

  Leandro de Barros  |    sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Lendário escritor diz porque Os Vingadores foi tão bem nas bilheterias e também fala sobre o que não gostou nos filmes da Marvel

Lá vou eu ser repetitivo novamente, mas o Stan Lee é uma das personalidades da atualidade mais legais do mundo da cultura pop. Reparem como o lendário escritor está sempre sorrindo, sempre de ânimo leve, sempre divertido e reparem também como isso se refletiu no trabalho dele. Qualidade, mas sem aquela formalidade e pressão toda por “ser adulto”. Uma lição.

Uma outra característica muito interessante do Generalíssimo é como ele sempre tem uma opinião bem embasada e convincente sobre praticamente qualquer assunto. Há uns tempos atrás, ele explicou porque os heróis da Marvel tinha origens científicas bem definidas e como isso os diferenciava dos heróis da DC.

Dessa vez, nosso herói surge em entrevista ao CBR para explicar porque Os Vingadores fez tanto sucesso nas bilheterias e porque o filme do Demolidor, com Ben Affleck no elenco, não foi tão bom assim.

Sobre o filme dos Vingadores, a resposta para o faturamento recorde do longa é óbvia: “Minha participação ficou bem no finalzinho do filme e foi bem rapida. O que acontece com quem não me vêiu? Eles voltam e compram outro ingresso para poder me ver“. E eu posso confirmar que isso é verdade, já que fui ver o filme 3 vezes.

Mas claro que nem tudo são flores na relação Stan Lee – Filmes da Marvel. O escritor também fez notar coisas que ele não gostou nos longas: “Eu gostaria que o Hulk tivesse sido menor nos dois primeiros filmes e não gostei de como o Dr. Destino foi interpretado em Quarteto Fantástico. Em relação ao Demolidor, eles simplesmente escreveram tudo errado. Eles o fizeram trágico demais. Não foi assim que eu o criei“, disse. Claramente, nós precisamos citar nomes dos cidadãos que levaram essa chicotada psicológica de Stan Lee: senhores Julian McMahon, o Dr. Destino do filme do Quarteto Fantástico, e Mark Steven Johnson, roteirista do filme do Demolidor.

Continuando a entrevista, Stan Lee confirmou que participará de Homem de Ferro 3 e sua ponta será bem divertida, disse que é questão de tempo pro Deadpool ganhar um filme próprio e brincou sobre como foi criar o Homem-Aranha, há 50 anos:

Quando eu o criei, foi difícil. Nós já tínhamos o Hulk, já tínhamos o X-Men, já tínhamos o Quarteto Fantástico, então eu achei que tínhamos de ir para o ramo dos insetos. Só que Homem-Inseto não soava legal, nem Homem-Mosquito. Mas daí, fez-se a luz… Homem-Aranha! Feliz Aniversário de 50 anos, Aranha!“, disse.

Na semana passada, o mito já tinha aparecido por aqui comentando qual herói ele gostaria de ser, qual seu personagem favorito na DC e tudo mais. Leia!


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários