Sequência de O Chamado do Cuco, livro de J.K. Rowling, é anunciada

Leandro de Barros

  segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Sequência de O Chamado do Cuco, livro de J.K. Rowling, é anunciada

Livro se chamará The Silkworm e será lançado no Reino Unido em Junho

O Chamado do Cuco, livro de J.K. Rowling escrito sob o pseudônimo de Robert Galbraith, terá a sua sequência publicada em Junho desse ano no Reino Unido.

De acordo com a editora britânica da série, o novo livro se chamará The Silkworm (O Bicho-da-Seda, em tradução livre) e será novamente escrito por “Robert Galbraith”. Confira a sinopse e a capa do projeto:

The Silkworm

O detetive particular Cormoran Strike retorna em um novo mistério de Robert Galbraith, autor do bestseller internacional O Chamado do Cuco.

Quando o escritor Owen Quine desaparece, sua esposa entra em contato com o Detetive Cormoran Strike. Num primeiro momento, a Sra. Quine acha que seu marido simplesmente sumiu por uns dias por conta própria – como já havia feito antes – e ela quer que Strike o encontre e o traga de volta pra casa.

Porém, conforme Strike começa a investigar, se torna claro que o desaparecimento de Quine esconde mais segredos do que a sua mulher imagina. O escritor tinha acabado de completar um manuscrito contendo retratos venenosos de quase todas as pessoas que ele conhecia. Se esse livro fosse publicado, ele iria acabar com algumas vidas – o que significa que muita gente queria ver Owen Quine silenciado.

Quando Quine é encontrado brutalmente assassinado sob bizarras circunstâncias, a investigação se torna uma corrida contra o tempo para entender as motivações de um assassino impiedoso, um assassino diferente de tudo que Strike já havia visto…

Ainda não há uma data para a publicação de The Silkworm no Brasil, mas podemos supor que não deverá demorar muito para o livro chegar por essas terras.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários