Scott Snyder esclarece algumas coisas sobre a volta do Coringa aos quadrinhos

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Segundo o escritor, a intenção da saga Death of the Family é restaurar o Coringa à posição de maior vilão de todos os tempos

Se você costuma ler a sessão de quadrinhos do Supernovo, já sabe que o Coringa estará de volta aos quadrinhos da DC a partir de outubro, na revista Batman #13. Se você não está tão bem informado assim, uma pequena explicação:

Em setembro do ano passado, a DC lançou o seu reboot chamado Os Novos 52, zerando a cronologia do seu Universo nos quadrinhos e começando tudo de novo. O Coringa apareceu apenas uma vez de lá para cá, justamente em setembro do ano passado, na revista Detective Comics #1. Lá, o Príncipe Palhaço do Crime foi preso pelo Batman e foi para o Asilo Arkham, onde ele conheceu o Dollmaker, um dos novos vilões do Morcego. No Asilo, o Dollmaker arrancou a cara do Coringa (aparentemente a pedido do próprio Palhaço), que sumiu e foi dado como morto pela polícia de Gotham. Obviamente, o Coringa nunca morreu (e os leitores sabiam disso), esteve apenas planejando uma vingança contra o Batman. Vingança essa que vai rolar na saga Death of the Family (Morte da Família), que começará em outubro.

Ok, background dado, vamos à notícia do dia.

O escritor Scott Snyder, responsável pela principal revista do Batman em Os Novos 52 e responsável pela volta do Coringa aos quadrinhos, respondeu algumas críticas recebidas por parte dos fãs, que diziam que a intenção da DC com esse retorno do vilão era apenas de chocar com violência gratuita e sem sentido.

Segundo Snyder, “essa história do Coringa NÃO será nada parecido com algum tipo de violência chocante ou tortura pornográfica ao estilo Jogos Mortais. Para mim, essa é uma história profundamente sobre o que o Coringa é para o Batman. É uma exploração do passado dele e dos seus propósitos e é uma visão bem particular do seu psicológico e da sua essência como personagem – e tudo isso significa muito para mim. Eu nao tenho interesse em transformá-lo em um vilão de terror dos anos 80 – ou em qualquer outro tipo de vilão”. Snyder ainda completou dizendo que essa saga tentará “restaurar o Coringa ao seu status de maior vilão de todos os tempos“.

O escritor ainda pediu aos fãs que esperem para ver como o novo visual do vilão será apresentado e voltou a garantir que a intenção não é chocar gratuitamente ninguém, mas explorar esse personagem, que é um dos favoritos de Snyder.

Seja como for, nós poderemos conferir a volta do Coringa em outubro, quando Batman #13 for publicado em formato digital pela Comixology.

via BleedingCool


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários