Review | Superior Spider-Man #1 – Mas já, Dan Slott?

Leandro de Barros

  quarta-feira, 09 de janeiro de 2013

Review | Superior Spider-Man #1 – Mas já, Dan Slott?

O Homem-Aranha Superior já estreia com a torcida jogando contra e com a equipe técnica não ajudando

Spoilers aracnídeos abaixo.

Superior Spider-Man #1 Review 02

Chega o dia 9 de janeiro e, com ele, a estreia da já polêmica série mensal do Homem-Aranha Superior. O novo Amigão da Vizinhança inicia sua carreira com a torcida jogando contra, então será preciso esforço dobrado para que as coisas funcionem. Honestamente, ele até tenta, mas é Dan Slott quem já pisa na bola.

A edição começa com uma tradicional cena de “transição”. Peter Parker (no corpo do Dr. Octopus) vai até o túmulo do Dr. Octopus (que é o Peter Parker). Aliás, precisamos definir aqui uma maneira de nomeá-los, depois dessa confusão. Nesse texto, Dr. Parker será o Dr. Octopus no corpo do Peter.

Dr. Parker recebe um chamado da polícia e inicia sua nova rotina de salvador da humanidade. Seu primeiro chamado, por conveniência do destino,  o coloca frente-a-frente com o novo Sexteto Sinistro, que ele por tanto tempo liderou. O grupo dessa vez é composto por vilões interpretador por Don Ramón Valdés no Chapolin Colorado. Tenho certeza que identifiquei o Racha Cuca, o Tripa Seca e o Rasga Bucho. Dr. Parker cuida de todos eles como se estivesse enfrentando coadjuvantes que só existem para apanhar (e estava!), mas quando o Pistoleiro Veloz entra na briga, ele acaba perdendo. Basicamente, o vilão de quinta é mais rápido que o Sentido-Aranha do Dr. Parker e ele não consegue enfrentá-lo. Assim, a melhor alternativa é fugir. Mas, antes disso, algo força o Dr. Parker a entrar na frente de um policial que seria atingido por um bumerangue explosivo.

A vida continua e o Dr. Parker vai trabalhar. Aliás, vale a pena uma indagação nessa parte: tudo bem que ele é um cientista da Horizon Labs, mas será difícil esquecer seu passado de vilão se ele continuar fazendo cosplay de Dr. Horrible quando for trabalhar:

Superior Spider-Man #1 Review Dr Horrible

Terminado o trabalho, hora de relaxar. Dr. Parker sai para um encontro com a Mary Jane, mas fica só olhando pro decote da modelo. Aliás, eu não quero ser machista/preconceituoso/blablabla, mas cérebro não é o forte da Mary Jane, né? Eu sei que é complicado acreditar/supor que um conhecido seja outra pessoa, mas o Dr. Parker está se comportando de maneira MUITO DIFERENTE do que o Peter se comportava. É bizarro que ele não tenha sido descoberto nessa primeira edição.

A noite acaba e o dia nasce, com mais uma ação maligna do novo Sexteto Sinistro. Porém, dessa vez, o Dr. Parker teve tempo de preparar o terreno com antecedência e derrota o grupo com facilidade. Não é muito mérito, já que ele tinha a vantagem de saber quando, onde e como o ataque inimigo aconteceria. Nada mais que obrigação derrotar o grupo (eu falei que a torcida jogaria contra).

Enquanto surrava um dos vilões B e estava prestes a matá-lo, eis o que acontece:

Superior Spider Man #1 Spoiler 01

Superior Spider Man #1 Spoiler 02

Que você já deve ter visto aqui

Ou seja: Peter Parker JÁ está de volta. De alguma forma, Peter está dentro do corpo do Dr. Parker. Num resumo: Dan Slott não só já preparou a desculpa pra trazer Parker de volta caso o Homem-Aranha Superior não funcione, como já está usando-a nesse momento. Na primeira edição!

Falando seriamente, eu até que gostei do que vi. É claro que não tem nada a ver com o Homem-Aranha clássico, mas a jornada do Dr. Parker aprendendo a ser um herói, um homem melhor, pode ser interessante. Talvez se ele tivesse trocado de corpos com o, sei lá, Pássaro Flamejante (tem uns quinze heróis com esse nome), a polêmica e a pressão seriam bem menores e a mesma jornada fluísse bem melhor, provavelmente até fazendo um bom sucesso.

Obviamente é cedo pra dizer, mas imagino que Dan Slott já planejou um caminho onde o Dr. Octopus aprenderá aos poucos a ser uma pessoa melhor e depois Peter retornará ao seu corpo. Assim, ter inserido o “Peter-Fantasma” aqui, serviria para ter o rapaz trabalhando como um “mentor moral” do Octopus durante eses tempo. Porém, se era pra seguir dessa forma, existiam outras maneiras melhores de agir. Por exemplo, o Aranha não tinha ganho um “sidekick” recentemente? Colocava o corpo do Octopus lá e essa relação de “ensinamento moral” seria muito mais suave. Mas daí não seria tão impactante e as vendas não seriam tão boas, certo?

De resto, podemos comemorar que quem desenhou essa primeira edição de Superior Spider-Man foi Ryan Stegman e não o péssimo Humberto Ramos.

Equipe Técnica

  • Roteirista: Dan Slott
  • Artista: Ryan Stegman
  • Editora: Marvel Comics

Onde comprar?


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários