Primeira revista dos X-Men vendida por valor recorde nos EUA

  Leandro de Barros  |    sexta-feira, 27 de julho de 2012

X-Men #1 vendida ontem foi a cópia mais cara da revista + duas artes de Todd McFarlane passam a marca dos $300 mil dólares

A venda de revistas antigas é uma atividade muito lucrativa. Nós já mostramos por aqui algumas vendas que chamaram a atenção pelos altos valores atingidos. Mas eu não lembro de ter visto 3 grandes vendas num intervalo tão curto de tempo.

Para começar, uma cópia da revista X-Men #1, com roteiros de Stan Lee e arte de Jack Kirby, foi vendida ontem pelo módico valor de $492 937, 50 dólares. Quase meio milhão de dólar na X-Men de 1963.

A cópia vendida teve uma nota de 9.8 na escala de conservação usada nesse tipo de produto, o que é uma nota BEM alta. O tipo de nota que vale o valor obtido (foi o recorde de uma cópia de X-Men #1), apesar de ainda não chegar ao recorde máximo de $2,1 milhões na Action Comics #1 que era de Nicolas Cage.

Mas essa foi só uma das vendas do dia.

O recorde de maior quantia paga por uma arte original de uma HQ americana foi batido ontem. Primeiro, a arte original da capa de Spider-Man #1, feita por Todd McFarlane (criador do Spawn e fundador da Image), foi vendida pela módica quantia $358 500 dólares. É um valor que chama a atenção, mas não bate nenhum recorde.

Porém, antes que o dia acabasse, outra arte de Todd McFarlane foi vendida. Dessa vez, a arte original da capa de Amazing Spider-Man #328, de 1990, foi vendida pela quantia de $657 250 dólares. Exato, mais caro do que a primeira HQ dos X-Men.

Veja as duas artes abaixo:


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários