Preview de Suicide Squad #7 mostra parte da nova origem da Arlequina

Aah Dra. Harleen Quinzel…

Quem poderia imaginar que uma personagem criada única e exclusivamente para ser coadjuvante do coadjuvante numa série animada do Batman viria a crescer e se tornar numa das vilãs mais conhecidas do universo DC?

A edição #7 da revista mensal do Esquadrão Suicida, escrita por Adam Glass e desenhada por Clayton Henry, mostrará uma nova origem da vilã que atende pelo nome de Arlequina. Uma nova origem, em termos.

Originalmente, a Arlequina surgiu no 22º episódio de Batman: A Série Animada, possivelmente um dos melhores desenhos já criados nesse planeta em que habitamos. O público gostou tanto da personagem, que ela acabou sendo adicionada à mitologia oficial do Batman em 1999, sete anos depois da sua primeira aparição na série animada.

Nos quadrinhos, a Dra. Harleen Quinzel é uma psiquiatra do Asilo Arkham que acaba se apaixonando pelo Coringa. Após deixar o vilão escapar repetidas vezes, a Dra. acaba sendo presa até o dia em que um terremoto faz com que ela escape e se transforme na Arlequina. Pelo menos, essa era a versão oficial até o reboot da DC.

Agora, essa é a nova versão:

[nggallery id=477]

Não mudou muito, é verdade. Na nova versão, a Arlequina acaba se apaixonando pelo Coringa enquanto era psiquiatra do Arkham. A diferença criada pela DC foi o estopim que a fez se transformar na vilã.

Suicide Squad #7 estará disponível para o mundo todo em formato digital na próxima quarta-feira, dia 14 de março.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...