Panini confirma o fim das assinaturas da Vertigo

Através do blog oficial da Vertigo no Brasil, a Panini confirmou a história de que as assinaturas da revista Vertigo será cancelada no Brasil. Leia a nota oficial da editora abaixo:

“A Panini vem a público informar que os pacotes de assinatura Vertigo estão suspensos por tempo indeterminado, atendendo uma necessidade de repensar o formato desse serviço para no futuro atender melhor ao público dessa linha. Como é de conhecimento dos leitores, a DC Comics está promovendo muitas mudanças na linha Vertigo, e essa reformulação terá reflexo em todos os países onde as histórias são publicadas.

Mas os fãs brasileiros não precisam se preocupar: independentemente do que vem sendo preparado para 2014, isso não afetará os conteúdos atualmente apresentados, nem irá comprometer a sua coleção.”

Como lembrou a Panini, as mudanças na Vertigo estão acontecendo no mundo todo por causa da reformulação que a DC Comics faz na Vertigo original – a presidente Karen Berger, que liderou o selo desde o começo, deixou seu cargo em março.

Algumas questões são levantadas com o anúncio, porém: os consumidores que renovaram suas assinaturas recentemente, continuarão com o serviço? De acordo com os comentários do blog da Vertigo, sim. Aparentemente, as assinaturas Vertigo renovadas recentemente ou que ainda estão em vigor continuam funcionando até o fim da sua vigência – só que não será possível renová-las, claro.

A Vertigo pode acabar no Brasil? A resposta do editor do blog não parece ser muito clara: “Todo mundo que apostar em um cancelamento irá acabar acertando um dia. No momento, a posição é a que eu passei no blog. No futuro, não sei”. Ou seja: a Panini não decidiu ainda.

Vamos aguardar para ver o que sai daí.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...