Morre, aos 89 anos de idade, Jerry Robinson, criador do Coringa

Uma nota triste para os fãs de quadrinhos por todo o mundo.

Morreu hoje, de causa não divulgada, o quadrinista Jerry Robinson, grande ícone da Era de Ouro dos quadrinhos e conhecido por ser o criador do Coringa, o principal vilão do Batman.

Jerry Robinson entrou no mundo dos quadrinhos com apenas 17 anos, apadrinhado por Bob Kane, criador do Batman. Desde então, Robinson começou a ajudar a definir visualmente o mundo do Homem-Morcego, sendo co-criador do Robin.

Durante muito tempo Robinson trabalhou com a criação de tiras políticas para jornais norte-americanos e foi um ativista pelos direitos dos artistas no mundo dos quadrinhos, principalmente no caso da disputa judicial contra a DC pelos créditos de criação do Superman para Jerry Siegel e Joe Shuster. Jerry Robinson também trabalhou como consultor em vários projetos cinematográficos da DC/Warner, sendo o mais proeminente a sua participação em Batman – O Cavaleiro das Trevas, ajudando a trazer aspectos do Coringa original ao filme.

Alguns artistas da DC divulgaram mensagens sobre a morte de Jerry Robinson:

Jerry Robinson ilustrou algumas das imagens que definem alguns dos maiores ícones da cultura pop. Como um artista, é impossível não se sentir humilde perante o seu trabalho. Todos que amam os quadrinhos possuem uma dívida de gratidão pelo rico legado que Jerry deixa para trás” – Jim Lee, desenhista de Justice League e Batman: Hush.

Jerry Robinson foi um dos maiores. Ele continuava a ser uma força criativa vibrante mesmo perto dos noventa anos, com idéias e pensamentos que continuam a nos inspirar. Jerry foi um grande advogado dos criadores. Foi um prazer encontrá-lo e trabalhar com ele. Ele fará falta” – Dan DiDio, Co-Editor da DC Entertainment.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...