Morre, aos 89 anos de idade, Jerry Robinson, criador do Coringa

  Leandro de Barros  |    quinta-feira, 08 de dezembro de 2011

Quadrinista foi o criador do Coringa, co-criador do Robin e um dos nomes mais influentes da história dos quadrinhos norte-americanos

Uma nota triste para os fãs de quadrinhos por todo o mundo.

Morreu hoje, de causa não divulgada, o quadrinista Jerry Robinson, grande ícone da Era de Ouro dos quadrinhos e conhecido por ser o criador do Coringa, o principal vilão do Batman.

Jerry Robinson entrou no mundo dos quadrinhos com apenas 17 anos, apadrinhado por Bob Kane, criador do Batman. Desde então, Robinson começou a ajudar a definir visualmente o mundo do Homem-Morcego, sendo co-criador do Robin.

Durante muito tempo Robinson trabalhou com a criação de tiras políticas para jornais norte-americanos e foi um ativista pelos direitos dos artistas no mundo dos quadrinhos, principalmente no caso da disputa judicial contra a DC pelos créditos de criação do Superman para Jerry Siegel e Joe Shuster. Jerry Robinson também trabalhou como consultor em vários projetos cinematográficos da DC/Warner, sendo o mais proeminente a sua participação em Batman – O Cavaleiro das Trevas, ajudando a trazer aspectos do Coringa original ao filme.

Alguns artistas da DC divulgaram mensagens sobre a morte de Jerry Robinson:

Jerry Robinson ilustrou algumas das imagens que definem alguns dos maiores ícones da cultura pop. Como um artista, é impossível não se sentir humilde perante o seu trabalho. Todos que amam os quadrinhos possuem uma dívida de gratidão pelo rico legado que Jerry deixa para trás” – Jim Lee, desenhista de Justice League e Batman: Hush.

Jerry Robinson foi um dos maiores. Ele continuava a ser uma força criativa vibrante mesmo perto dos noventa anos, com idéias e pensamentos que continuam a nos inspirar. Jerry foi um grande advogado dos criadores. Foi um prazer encontrá-lo e trabalhar com ele. Ele fará falta” – Dan DiDio, Co-Editor da DC Entertainment.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários