Marvel confirma Carol Danvers como a Capitã Marvel a partir de julho

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 19 de março de 2012

Carol Danvers se transformará na Capitã Marvel a partir de julho, em uma revista sobre o otimismo e o heroísmo, com roteiros de Kelly Sue DeConnick e Dexter Soy

Na última semana, a Marvel divulgou um teaser confirmando a volta do Capitão Marvel ao seu universo nos quadrinhos. No mesmo dia, surgiu o rumor de que Carol Danvers, a Ms. Marvel, tomaria o uniforme do herói e seria a nova Capitã Marvel.

Durante a WonderCon, nesse fim de semana, a Casa das Idéias confirmou o rumor de que a heroína vai assumir essa nova identidade na revista Captain Marvel, a partir de julho, nos EUA.

Em entrevista ao CBR, a roteirista do título, Kelly Sue DeConnick, falou que Captain Marvel é “sobre vôo, literal e figurativo. É sobre o que nos eleva e o que nos fundamenta” e que a revista deve ter alguns personagens mais conhecidos, como a reporter Tracy Burke e a Mística dos X-Men, ao lado de algumas novas criações.

Eu tenho uma visão para ‘Captain Marvel’. Eu quero que essa seja uma revista sobre otimisto, sobre exceder até as suas próprias expectativas, sobre o poder da possibilidade e da magia aparente do vôo“, disse a autora. “Dito isto, meu próprio otimisto, minhas expectativas pessoais ainda estão em xeque – com o mercado sendo o que é, um título “em andamento” significa o quê? De 6 a 12 edições atualmente, certo? E isso se você tiver sorte. Eu quero tanto estar enganada“.

A autora ainda concluiu com um apelo aos fãs: “Vamos lá, pessoal: provem que eu estou enganada. Me mostrem que uma revista estrelada por uma heroína e focada no poder do espírito humano, sobre as diversas formas do heroísmo, um título onde ninguém é estuprado ou mostra mais do que devia, pode passar das seis edições“.

Além dos roteiros de Kelly Sue DeConnick, Captain Marvel ainda terá artes de Dexter Soy.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários