Mais Gibis é o primeiro site a vender quadrinhos em formato digital no Brasil

Leandro de Barros

  quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Mais Gibis é o primeiro site a vender quadrinhos em formato digital no Brasil

Loja entra no ar no Dia do Quadrinho Nacional

Duas Luas

Duas Luas, de André Diniz e Pablo Mayer, é uma das HQs disponíveis

Hoje é dia 30 de Janeiro, o Dia do Quadrinho Nacional, “instaurado” pela Associação dos Cartunistas de São Paulo há muitos anos atrás. E a data não poderia reservar uma novidade mais interessante para o mercado nacional de quadrinhos do que o lançamento do site Mais Gibis, a primeira loja de quadrinhos digitais do Brasil.

Criação e produção do time Fabiano Denardin, Giovanni Faganello e Érico Assis (os mesmos responsáveis pelo OutrosQuadrinhos), em parceria com as editoras Balão Editorial, Mythos e Muzinga.Net (site onde André Diniz publica as suas obras), a Mais Gibis funciona basicamente como você pode imaginar: o leitor escolhe o gibi que quer, paga (via cartão de crédito ou boleto bancário) e recebe então links para fazer o download da obra escolhida em até três formatos (PDF, CBR e CBZ – cada formato pode ser baixado três vezes pelo comprador).

O “truquezinho” da Mais Gibis é que o leitor não precisa de alguma plataforma específica para leitura, apenas algum aparelho capaz de ler um dos formatos acima – basicamente, você pode ler a HQ comprada no PC, passá-la para um tablet ou smartphone, voltar para o PC… enfim, manuseá-la como bem quiser.

No seu catálogo inicial, a Mais Gibis possui obras como Juiz Dredd Magazine, EntreQuadros, Todo Mundo é Feliz, Duas Luas, Morro da Favela e mais outros gibis – que você pode conferir clicando aqui!

Com o mercado digital crescendo tanto em vários países, era questão de tempo para surgir uma loja assim no Brasil – PRINCIPALMENTE considerando o “estudo” recente do Comixology, que mostra o país como um dos lugares onde o mercado digital de HQs tem crescido bastante, ao lado de países como França, Japão, Espanha, Canadá, México, Alemanha e outros.

Se você se interessou mais pelo projeto, pode acompanhar a Mais Gibis nas redes sociais abaixo:

Lembrando que Muzinga #1, de André Diniz e Marcela Mannheimer, está disponível gratuitamente de grátis e sem custo adicional no site. E você, que é criador independente e que quer vender sua obra, pode entrar em contato com a Mais Gibis (redes sociais acima ou pelo site) pra negociar a entrada da sua obra por lá – como o pessoal da loja diz, “não vamos cobrar nenhuma fortuna de ninguém para colocar seu material no site. Cobramos, sim, uma comissão sobre as vendas. Nada figadal. (Também não vai ter letrinhas miúdas no contrato exigindo sua alma…)“.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários