Lex Luthor e Capitão Frio entram pra formação da Liga da Justiça em Os Novos 52

Justice League 01Parece que a gente está se repetindo, mas Abril será um mês importante dentro dos quadrinhos da DC Comics. Muitas novidades vão acontecer, pessoas vão retornar, novas revistas serão lançadas e tudo mais.

Porém, uma das principais novidades que essa nova fase de Os Novos 52 trará vem na formação da nova Liga da Justiça: a presença dos vilanescos Lex Luthor e Capitão Frio.

A novidade foi anunciada pela DC hoje através de um artigo da Associated Press, com comentários de Geoff Johns (roteirista da série e editor-criativo da DC Comics):

[quote]”O Lex será o líder da equipe? Depende pra qual membro você perguntar. Certamente, ele acha que deveria ser o líder”, comentou Johns[/quote]

Além dos dois vilões, o restante da formação da Liga é basicamente a mesma da versão anterior: Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Ciborgue, Shazam e Aquaman. Portanto, Lex substitui o Superman, enquanto o Capitão Frio substitui o Flash.

Justice League UnitedA mudança vem, claro, como consequência dos eventos da saga Forever Evil, que deverá encontrar a sua conclusão nos próximos meses. Como a Liga da Justiça foi derrotada pelo Sindicato do Crime, que tomou o controle na Terra durante o evento, o fato de Lex Luthor liderar a resistência contra os vilões é o que garante o carimbo pra dentro da Liga – e que acaba “embaçando as linhas que dividem o bem e o mal no Universo DC”, segundo Johns.

Além dessa Liga da Justiça, a DC também revelou a formação da nova Liga da Justiça da América – ou melhor, a Justice League United (Liga da Justiça Unida).

Escrita por Jeff Lemire, essa nova Liga da Justiça vai substituir a Liga da Justiça da América e será aquela formação canadense de que falamos há algum tempo. A ideia é a nova liga unir a Terra e heróis do espaço sideral. A formação contémo o Caçador de Marte, Adam Strange, Sideral, Supergirl, Homem-Animal e o Arqueiro Verde.

As duas novas Liga da Justiça vão estrear nos quadrinhos da DC em Abril desse ano.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...