J.K. Rowling doará indenização e renda de The Cuckoo’s Calling para caridade

Leandro de Barros

  quarta-feira, 31 de julho de 2013

J.K. Rowling doará indenização e renda de The Cuckoo’s Calling para caridade

Escritora britânica anuncia que a sua parte da renda das vendas de The Cuckoo's Calling e a indenização que receberá por causa do vazamento da sua identidade como escritora do livro serão doados para uma instituição que ajuda militares e veteranos

JK Rowling doacaoJ.K. Rowling tem sido um rosto bem frequente nas notícias ultimamente. Não por causa do seu aniversário (que é hoje), nem por causa de Harry Potter, mas graças à The Cuckoo’s Calling.

Se você não estava ligadinho no que aconteceu, aqui vai um pequeno resumo: em Abril, um livro chamado The Cuckoo’s Calling, escrito por um tal de Robert Galbraith, foi lançado no Reino Unido, com uma tiragem de 1500 cópias. Apesar de ter recebido várias críticas bem positivas, o romance detetivesco não conseguiu alavancar grandes vendas… até um jornalista britânico descobrir que J.K. Rowling era a verdadeira autora do livro e Robert Galbraith ser apenas um pseudônimo.

Agora, estúdios de cinema disputam os direitos para uma adaptação cinematográfica de The Cuckoo’s Calling à tapa, o livro já vai ganhar uma nova edição, vai sair no Brasil e em outros países, é best-seller de um monte de livrarias e por aí vai.

Pois bem, a dona J.K. Rowling anunciou hoje que vai doar duas fontes de renda relacionadas ao livro para caridade. Em primeiro lugar, ela doará a indenização que vai receber de um escritório de advocacia que revelou a identidade da escritora como a autora do livro. Em uma queixa contra o escritório Russell (cujo um dos sócios deixou vazar o segredo do pseudônimo do livro para uma amiga, que então vazou para a imprensa), Rowling receberá uma indenização não-divulgada e vai repassar o valor integralmente para a Soldiers’ Charity, uma instituição que ajuda militares e suas famílias.

A segunda fonte de renda relacionada ao livro também irá integralmente (pelos próximos três anos) para a Soldiers’ Charity. Rowling divulgou também que todos os rendimentos à que tem direito por ter sido a autora do romance serão transferidos para a organização.

“Eu sempre pretendi doar os royalties de Robert Gralbaith para a Soldiers’ Charity, mas eu não esperava que o livro fosse parar na lista dos mais vendidos em apenas três meses (de fato, eu não esperava que fosse parar lá nunca!)“, disse a escritora britânica.

O Major-General Martin Rutledge, chefe executivo da Soldiers’ Charity, disse que a donação de Rowling “fará uma enorme diferença na vida de centenas de soldados, veteranos e suas famílias que estão passando necessidade“.

A escolha da organização à receber essa ajuda é óbvia: o protagonista do livro é um veterano de guerra, que se feriu no Afeganistão e agora trabalha como detetive particular. Rowling contou com a ajuda da Soldiers’ Charity durante a pesquisa para o livro.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários