Geoff Johns já planeja MAIS UM crossover pro Lanterna Verde

Leandro de Barros

  quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Geoff Johns já planeja MAIS UM crossover pro Lanterna Verde

Depois de Rise of the Third Army, Geoff Johns já planeja a saga Wrath of the First Lantern

Atualmente, existem dois grandes crossovers rolando dentro de Os Novos 52. Um deles é a saga Death of the Family (Morte da Família), que une todas as revistas da Bat-família ao redor do retorno do Coringa ao Universo DC. O outro é Rise of the Third Army (Ascensão do Terceiro Exército), saga que une as revistas do núcleo do Lanterna Verde para combater os Guardiões.

Porém, Geoff Johns não está parado. A mente criativa desse bastião da literatura da DC Comics não pára um segundo e o cara já está pensando em MAIS UM crossover entre as revistas do Lanterna Verde. Assim que acbaar Rise of the Third Army, um novo arco já nascerá, em fevereito. De acordo com o USA Today, Johns já planeja a saga “Wrath of the First Lantern” (Fúria do Primeiro Lanterna) que focará no Primeiro Lanterna Verde criado pelos Guardiões e como o seu destino se cruzará com os de Hal Jordan, Sinestro, John Stewart, Guy Gardner e Simon Baz.

Eu não quero dizer se ele é um vilão ou um herói. Ele é um ser que está mirando nos nossos principais Lanternas, nos nossos caras, para ver se existe uma maneira em que o Universo pudesse talvez melhor, caso eles tivessem feito escolhas diferentes nas suas vidas“, disse Johns.

Obviamente, nós podemos esperar por mais uma saga que vai “mudar todo o destino do Lanterna Verde”, não deixará “pedra sobre pedra” e que será “um marco na história dos quadrinhos”. Como todas as outras, claro.

Abaixo, as primeiras artes de Wrath of the First Lantern, que começará em Green Lantern #17 e continuará na revista dos Lanternas Vermelhos, Tropa dos Lanternas Verdes e Lanterna Verde: Novos Guardiões.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários