Editor-Chefe da Marvel fala sobre o fim de Avengers vs. X-Men

A mega-saga Avengers vs. X-Men vem chegando ao fim. Faltam apenas duas edições para que se descubra o vencedor da batalha entre Vingadores e X-Men, para que se descubra quem vai sair de pé e quem vai sair de maca desse arranca-rabo.

Em entrevista ao CBR, o editor-chefe da Marvel, Axel Alonso, comentou sobre o final da saga e sobre o que o futuro reserva ao Ciclope, líder dos X-Men. A partir de agora, esse post possui spoilers. Se você não quer saber de spoilers, veja esse primeiro rascunho do Hulk de Marvel NOW e depois vá ver outra coisa.

Alonso falou um pouco sobre a mentalidade de Ciclope em AvX. Na saga, o líder dos X-Men tem agido de maneira que beira o fascismo para proteger os seus companheiros mutantes. Segundo Alonso, essa necessidade de proteger o seu povo é o que faz de Ciclope um herói. “Nós definitivamente seremos honestos em relação ao Ciclope. Ele desempenha um papel centra na história, principalmente no final. O Ciclope tem carregado um fardo muito pesado por algum tempo – e a Fênix Cinco o acertou numa parte que, bem… é melhor eu me calar [risos]. Ciclope sempre será o meu X-Men favorito”, disse Alonso, para depois completar: “Scott tinha de estar disposto a sujar as suas mãos para salvar a sua raça da extinção, ele tinha de estar disposto a ir para o inferno por amor ao seu povo. Existe um elemento de tragédia nisso, claro, mas é uma das definições de herói“.

Sobre o fim da saga, o editor da Marvel reiterou que mudanças drásticas estão à caminho: “Eu não direi quem vive e quem morre, mas as duas equipes vão reavaliar o que são, o que fazem e como fazem. Num caráter mais individual, haverá redenção, desgraça e sacrifício e nem todo mundo sairá disso vivo. Alguns personagens reavaliarão os seus lugares no universo – literalmente – e alguns deles terão muitas explicações a dar. Alguns terão arrependimentos, outros não. O destino de alguns deles poderá ser controverso, mas será emocionalmente verdadeiro“.

Quando perguntado sobre o fato dos X-Men (e da Fênix Cinco, principalmente) serem taxados como vilões no fim da saga, Alonso preferiu ser um pouco mais evasivo: “Os X-Men, ou a Fênix Cinco, são vilões? Bem, pelo que a gente viu, a Força Fênix parece ser um poder corrupto que se aproveita de algo que já estava no hospedeiro – o que explica porque o Namor, que sempre foi esquentadinho, perdeu o controle tão rapidamente. O Ciclope e a Emma Frost seguirão o mesmo caminho? Esse poder pode ser controlado? Continuem lendo“.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...