Supernovo.net | Cinema, Games, Quadrinhos, Livros, Mangás, Séries de TV, Música e Podcasts Nerds!

20jul11 - 19:00

Depressão Pós-Potter? Veja nossas sugestões para seguir em frente

Com o fim da saga cinematográfica de Harry Potter, a Depressão Pós-Potter começa a atingir todos os fãs. E agora? O que ler/assistir à seguir? Veja nossas 7 sugestões.


U  Leandro de Barros

O oitavo filme da saga Harry Potter chegou aos cinemas e, à essa altura, a maioria de vocês já deve ter visto. Em poucos dias o filme completa 1 semana em cartaz e é quando começa a bater aquele sentimento: a Depressão Pós-Potter. Muitos de nós já passaram por isso em 2007, quando o último livro foi lançado. Obviamente, esse sentimento retorna após o último filme.

Apesar da ótima história que nós tivemos acesso, aquele sentimento de vazio por não haver um próximo, por não haver algo pelo qual esperar. Soma-se isso à nostalgia da época em que lemos os primeiros livros e está formada a receita para uns dias correndo atrás de livros, vídeos, filmes e algumas músicas tristes.

Pensando nisso, o Supernovo decidiu ir atrás de algumas sugestões literárias para que nós, fãs de Harry Potter, possamos nos focar e seguir em frente. A idéia não é substituir nada, nem ninguém, mas aproveitar que o bruxinho desenvolveu o hábito da leitura em nós e usar este hobby para conhecer outros universos, por isso, vamos nos ater à livros com temática ou características parecidas com as de Harry Potter.

Como o número 7 é um número muito forte em Harry Potter, muito significativo, escolhemos 7 séries para sugerir, cada uma com uma forte presença numa característica marcante dos livros escritos por J.K. Rowling. Vamos começar:

O Senhor dos Anéis – J.R.R. Tolkien

Ao elaborar a lista, eu pretendia fugir dos clichês, mas é complicadíssimo não recomendar O Senhor dos Anéis. Uma das séries literárias de maior sucesso da história, os livros de J.R.R. Tolkien, ambientados na fictícia Terra Média, já venderam milhões de cópias e foram traduzidas para dezenas de idiomas. Os livros contam a saga do Um Anel, o Anel do Poder, criado por Sauron, o Senhor do Escuro. A função dos protagonistas, a Sociedade do Anel, é evitar que o Um Anel caia nas mãos do seu maligno criador.

O mundo criado por Tolkien é vivo e rico. Elfos, hobbits, orcs e humanos compartilham a Terra Média, guerreando ou vivendo pacíficamente. Um dos pontos que faz de O Senhor dos Anéis uma obra tão cultuada é que, realmente, é um mundo vivo. Todos os cantos que visitamos foram pensados por Tolkien e tem sua própria história. Nós sentimos como se realmente estivéssemos num lugar real. O Senhor dos Anéis é, até hoje, alvo de estudos e inspiração para diversos autores.

Uma das muitas características que os livros do Um Anel e de Harry Potter compartilham é a vasta legião de fãs e o forte impacto que causaram na cultura ocidental. É raro uma pessoa, hoje, que não saiba quem é Harry Potter ou quem é Frodo. Além disso, as duas franquias arrecadaram bilhões no cinema.

Além dos três volumes de O Senhor dos Anéis, a saga ainda conta com outros livros como O Hobbit, e adaptações no rádio, teatro e cinema. Os filmes de O Senhor dos Anéis, dirigidos por Peter Jackson, arrecadaram bilhões pelo mundo e ganharam diversos Oscars.

Percy Jackson e os Olimpianos – Rick Riordan

Na antiga Mitologia Grega é comum encontrar histórias onde os deuses tem relações com humanos, gerando semi-deuses. E se toda essa mitologia fosse real? Era de se esperar que eles continuassem com esse hábito, certo?

Percy Jackson e os Olimpianos tem essa idéia como premissa. Percy Jackson é um garoto de 12 anos que descobre ser filho de Poseidon, o deus dos mares. Assim, ele vai para o Acampamento Meio-Sangue, um lugar onde semi-deuses, como ele, recebem treinamento adequado para se tornarem grandes heróis.

Harry Potter tem muita coisa em comum com Percy Jackson mas, ao mesmo tempo, muita coisa diferente. Enquanto a primeira é mais sombria, séria, Percy Jackson é uma leitura mais leve, priorizando mais a ação do que propriamente nas cenas dramáticas. Em compensação, a obra de J.K. Rowling parece ter sido um grande fruto de inspiração para Rick Riordan, autor das aventuras dos semi-deuses. O toque de humor, a apresentação renovada de antigos gêneros e a estrutura, sempre com pistas escondidas para uma revelação no final, estão presentes em ambas as obras.

O primeiro volume da saga foi adaptado para o cinema, com Logan Lerman, Pierce Brosnan e Alexandra Daddario no elenco. Um filme baseado no segundo livro está a caminho.

Fronteiras do Universo – Philip Pullman

A trilogia Fronteiras do Universo tem lugar em diversos mundos paralelos dentro de um multiverso. A história foca-se em Lyra Belacqua, seu daemon Pan e Will Parry, enquanto os três viajam pelos universos tendo como pano de fundo diversos eventos épicos.

Fronteiras do Universo é, sem dúvida, uma das obras que mais gosto. É complicado explicá-la em poucas linhas. Uma das características que ela compartilha com Harry Potter é o fato dela ser confundida com uma série para crianças, quando claramente não é.  Pelo menos, não totalmente para crianças.

As duas obras são repletas de críticas à segmentos da sociedade, mensagens mais adultas e simbólicas e, nem sempre, acontecimentos felizes. Assim como a vida, são duas obras que podem ser duras, apesar de ter um visual belo e mágico. Os três livros da série, A Bússula de Ouro, A Faca Sutil e A Luneta Ambar, são duramente criticados por religiosos. O motivo disso é a representação das igrejas católicas e evangélicas na série, sob a figura do Magisterium, uma instituição religiosa que é vilã na obra.

Se você não sabe por onde começar, diria para escolher Fronteiras do Universo. Você vai gostar. O primeiro livro da trilogia, A Bússola de Ouro, foi adaptado para os cinemas , com Nicole Kidman no elenco, mas não teve um resultado satisfatório nas bilheterias e o projeto entrou na geladeira.

As Crônicas do Gelo e Fogo – George R.R. Martin

As Crônicas do Gelo e Fogo narram contam a história de um mundo fictício, inspirado na Europa Medieval da nossa Terra, e tem seu principal palco de ação o continente de Westeros, onde as estações duram anos. Existem 3 argumentos principais na história: uma guerra civil entre várias famílias pelo controle de Westeros; a ameaça dos “Outros”, uns estranhos seres que habitam na região mais norte do continente, além da Muralha que divide Westeros e, por fim, a saga de Daenerys Targaryen, a filha exilada do Rei de Westeros que foi morto há 15 anos atrás.

Essa é, talvez, a série que menos se assemelha à Harry Potter, mas ainda assim, elas dividem uma característica: a enorme mitologia e sensação de mundo vivo.

A grande diferença entre as duas séries é que, não importa quão sombria Harry Potter seja, ainda assim, ela é um conto de fadas perto de As Crônicas do Gelo e Fogo. Por muito tempo o gênero de literatura fantástica/medieval ficou marcado por ser “infanto/juvenil”. Se um autor começasse a escrever um livro com essa temática, logo era taxado de um livro para adolescentes. George R.R. Martin pega essa “regra”, parte-a ao meio e joga no lixo. A história que ele criou é dark mesmo, cheia de traições, conspirações, assassinatos, guerras, incestos e mostra tudo que melhor e pior que o ser humano pode ser. Numa definição melhor: ele mostra tudo que o ser humano é.

O primeiro livro da série foi adaptado para a televisão pelo canal HBO, com o nome de Game of Thrones. HQs e um game serão produzidos também.

A Torre Negra – Stephen King

A Torre Negra é a obra da vida de Stephen King. Não que ele precisasse dela pra ser famoso, ele escreveu muitos livros ótimos durante sua carreira mas, a série A Torre Negra é o trabalho da vida do cara.

Os livros são inspirados no mundo de J.R.R. Tolkien e num poema de Robert Browning e é repleta de referências à cultura pop, lendas Arthurianas e ao gênero faroeste.

Misturando ficção científica, terror e fantasia, A Torre Negra conta a história do pistoleiro Roland Deschain e sua busca em direção à torre do título.

O ponto de semelhança entre A Torre Negra de Stephen King e Harry Potter de J.K. Rowling é a presença e estilo único dos autores. É inegável que uma obra só pode ser tão boa quanto o seu autor, mas King e Rowling assumem de tal forma um estilo único que acaba se tornando reconhecível à distância.

A Torre Negra já foi adaptada para os quadrinhos e o mega-projeto que criaria 3 filmes e uma série com 2 temporadas AINDA não foi totalmente descartado.

A Crônica do Matador do Rei – Patrick Rothfuss

O primeiro romance da série, O Nome do Vento, conta história de Kvothe, um rapaz pertencente a trupe de artistas Edena Ruh, que tem sua família assassinada por um misterioso grupo chamado Chandriano, composto de 7 membros e comandado por Haliax. Músico talentoso, Kvothe passa por tempos difíceis, mas mesmo assim consegue ingressar na Universidade, onde muitos desafios esperam por ele. Mas o rapaz nunca se esquece de seu principal objetivo: descobrir tudo sobre o maligno Chandriano e desvendar o motivo da morte de seus pais e de todos os seus amigos de trupe.

A série tem sido descrita, por críticos e público, como “Harry Potter para adultos”. A semelhança é clara. A história de Kyothe e de Harry é muito similar. Não é preciso dizer qual a característica escolhida, não é?

Ainda assim, a narrativa de Rothfuss ainda é hesitante, bem diferente da de Rowling. Os personagens de O Nome do Vento ainda não demonstraram o potencial que os de Harry Potter fizeram no primeiro livro da série, A Pedra Filosofal.

Lerulian – Dan Albuk

A história de Lerulian ocorre em um tempo e espaço imaginário, um lugar inspirado no Planeta Terra e habitado por milhares de criaturas fantásticas.

O Livro narra o conflito do jovem ferreiro Vaan Sorg, que do dia para a noite é obrigado a sair da Cidade dos Homens a mando do Rei Ulgl Aisen e encontrar, na Cidade de Gravelt, um rapaz chamado Axel Amagog. Ao longo do caminho o rapaz encontra o mercenário exilado Rus Kaisir, que cumprindo ordens do Rei lhe entrega um pacote secreto que não deveria ser aberto por nenhum motivo até chegarem em Gravelt.

Em pouco tempo, Sorg descobre que é uma peça essencial de um quebra-cabeça gigantesco, e nada é o que parece ser. É iniciada uma mortal corrida contra o tempo, onde uma espada decidirá quem irá ganhar ou perder. Alianças são formadas, cidades são destruidas e amizades são construídas ao longo do tempo.

Como não podia deixar de ser, o mágico livro do jovem brasileiro Dan Albuk, que tem causado um certo alvoroço na internet brasileira. A palavra chave para Lerulian, que a difere de Senhor dos Anéis e a aproxima de Harry Potter (apesar de ser bem diferente da saga de J.K. Rowling) é a palavra ritmo. Lerulian é cadenciado, movimentado, não para. É uma literatura diferente da de Tolkien. Se por algum motivo o tamanho e densidade de O Senhor dos Anéis te afastar, procure Lerulian.

E é isso. Compartilhem as receitas e sugestões para ultrapassar a Depressão Pós-Potter aí embaixo!


Veja Também


Comentários

Comentários

  1. Theus-moreira disse:

    Por amis que todas essas sugestões serem boas, o vazio que fiucou em nosso peits nunca ira prencher

    1. SuperNovo.net disse:

      A intenção não é substituir, mas conhecer novas obras para superar :D

  2. guia iniciante disse:

    Cronicas de Gelo e Fogo não vai atingir o público de HP nem a pau, o livro é bem mais adulto, com bem menos magia, mas certamente é uma das melhores sagas de fantasia recentes.
    O Nome do Vento tem muita magia, mas a narrativa é bem mais lenta e bem mais romantisada, acredito que o segundo livro torne a séria um sucesso maior.

    1. SuperNovo.net disse:

      Bem, muita gente que curte HP começou a ler os livros em 2000 +-. Essa galera já deve ter uns 20, 21 anos. Já são adultos e é de se esperar que curtam uma literatura adulta. Pra quem ainda é adolescente (e não só), tem o Percy Jackson pra ler. O objetivo é pegar a maior quantidade possível de fãs ;P

      Sobre O Nome do Vento, concordo.

  3. acho que deviam tirar percy jackson que é uma merda e colocar as cronicas de nárnia

    1. SuperNovo.net disse:

      NO WAY! hahaha

      Percy Jackson é muito mais compatível com HP e, honestamente, mais divertido que Nárnia. Se fosse pra colocar alguém na lista, seria Jogos Vorazes, mas só se tivesse uma 8ª posição. Ainda assim, consigo pensar nuns 5 livros pra colocar antes de Nárnia.

      1. Tb concordo que tem vários livros que viriam na frente de Crônicas de Nárnia! heheh :P
        Tipo… Crônicas dos Kane heheh Não vejo a hora de ler O Trono de Fogo ^.^
        Só não compro agora pq já comprei 4 livros esse mês e nem se passou um terço dele ainda, rsrsrs

  4. Ótimas sugestões!!! Já li algumas inclusive, e o próximo da lista é com certeza As Crônicas do Gelo e Fogo, a série da HBO pelo menos é incrível..
    Eu sugiro também “Rangers – A Ordem dos Arqueiros”, de John Flanagan, é muito bom, estou viciada nos livros, vou começar o 8.

    1. SuperNovo.net disse:

      Não conheço Rangers – A Ordem dos Arqueiros, mas vou procurar saber mais. Vlaeu pela sugestão!

  5. André disse:

    Essa depressão causada com o fim de Harry Potter não pode ser preenchida com a leitura de outras sagas, por mais interessantes que elas sejam (não quero menosprezar a qualidade de nenhuma delas). O problema com HP é que a maioria dos fãs, assim como eu, cresceram com a série. Não é só mais uma história interessante – a obra faz parte da vida dessas pessoas, que cresceram e aprenderam com ela, acompanhando o lançamento de filmes e livros, acompanhando os personagens, as tramas e tudo mais. Claro, não devemos ficar apegados totalmente à série, e devemos sim ler outras obras, mas o vazio que HP deixou em cada um de nós é grande demais pra ser preenchido.

  6. [...] livros criados por George R.R. Martin (que eu já recomendei aqui) já foram transformados em série, HQs e um game. E vão virar mais 3 (sim, eu disse três!) [...]

  7. [...] de casamento bruxo porque ela e alguns amigos estavam se sentindo um pouco órfãos com a famosa Depressão Pós Potter. Relaxa Abby, nós sabemos como você se [...]


Tags

O conteúdo desta publicidade requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Supernovo 4.0 - Weapon X - GIF por: http://ecanhoj.deviantart.com/