Depois de 90 anos, tradução de Beowulf feita por J.R.R. Tolkien será publicada

beowulf
A última adaptação de Beowulf ao cinema foi em 2007

Talvez a gente que viva no Brasil não tenha muita noção da importância do poema Beowulf, mas pra quem vive em países onde o idioma primário é o Inglês, essa é uma história bem conhecida por lá.

Escrito numa data incerta (e provavelmente anos e anos depois de circular pela Inglaterra medieval de boca de poeta em boca de poeta), o mais antigo manuscrito com o poema de 3182 linhas foi escrito no ano 1000, no idioma anglo-saxão, e conta a história do herói Beowulf, oriundo do lugar onde hoje conhecemos como Suécia, que salva o reino da Dinamarca de uma criatura monstruosa chamada Grendel – e depois, no fim de sua vida, salva o seu próprio reino de um Dragão.

Com tanta importância história, não é de se espantar que o poema era um dos favoritos de J.R.R. Tolkien, escritor britânico autor de uma série de fantasia meio obscura, chamada O Senhor dos Anéis. Professor universitário e filólogo (Tolkien tinha doutorado em Letras e Filologia), o escritor gostava muito de literatura nórdica (fundou uma sociedade com o único objetivo de estudar esse tipo de material) e produzia palestras sobre Beowulf com relativa frequência.

Dado todo esse contexto, vamos à novidade do dia: o The Guardian noticia que Christopher Tolkien, filho do criador da Terra Média, lançará com a editora Harper Collins a tradução de J.R.R. Tolkien para o poema Beowulf – feita há 90 anos!

Christopher diz que o pai nunca pensou em publicar a sua tradução, mas um material desse tipo é de interesse de qualquer um que goste de literatura, cultura nórdica ou filologia.

Além da tradução do poema, o livro anunciado hoje ainda terá uma série de aulas que Tolkien deu na Universidade de Oxford sobre o poema. O plano inicial é que o livro seja lançado em Maio nos EUA e no Reino Unido.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...