DC reage nas vendas norte-americanas em Maio

Leandro de Barros

  segunda-feira, 10 de junho de 2013

DC reage nas vendas norte-americanas em Maio

Apesar de ainda amargar o segundo lugar e índices ruins de vendas, a DC Comics reage em Maio e registra uma subida nos índices

Em Março e Abril desse ano, a DC Comics viu seu rendimento no mercado norte-americano de quadrinhos cair à níveis assustadores. A editora chegou a registrar seu pior nível desde 2009 em Março, o que começou a levantar alguns sinais de alerta por lá.

Depois de chegar a registar apenas 27,73% de todos os quadrinhos vendidos no mês no país, a DC conseguiu se recuperar (um pouco) em Maio e voltou a entrar na marca de 30% das vendas do mercado nos EUA.

Nesse quinto mês do ano, a editora vendeu 30,84% de todos os quadrinhos que circularam nos EUA, o que equivale a 28,27% de todo o dinheiro gasto em comics no mês. A rival Marvel ficou com 37.44% das unidades vendidas, o que representa 33.36% de todos os dólares movimentados pelas comics em Maio nos EUA. Não custa lembrar que Maio é um mês de cinco semanas, onde a Casa das Ideias costuma se sair melhor mesmo, já que a DC só publica revistas em quatro semanas do mês.

Editoras % Unidades % Dólares
Marvel 37.44 33.36
DC Comics 30.84 28.27
Image 8.11 7.48
IDW 4.77 6.28
Dark Horse 4.36 4.73

No Top 10 de quadrinhos mais vendidos, novamente boas notícias para a DC Comics. Dessa vez, a editora conseguiu colocar 4 revistas no Top, contra 6 da Marvel – porém, nenhuma das suas é um lançamento ou alguma mega-saga. Além disso, Batman #20 e Justice League #20 ainda ficaram na frente das duas edições de Age of Ultron do mês.

Confira o top:

HQs Mais Vendidas Editora
X-Men #1 MARVEL
Batman #20 DC
Justice League #20 DC
Age of Ultron #7 MARVEL
Age of Ultron #8 MARVEL
Superior Spider-Man #9 MARVEL
Superior Spider-Man #10 MARVEL
Justice League of America #3 DC
All New X-Men #11 MARVEL
Detective Comics #20 DC

Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários