DC muda drasticamente a história do Coringa em nova HQ do Batman

Leandro de Barros

  quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

DC muda drasticamente a história do Coringa em nova HQ do Batman

Nova HQ do Batman revela segredos do passado do Coringa

Spoilers de Batman #38 para quem não acompanha as HQs da DC Comics em simultâneo com o lançamento americano.

batman 38 coringa

A mais recente edição da revista mensal do Batman, publicada ontem (28/01) nos EUA e em formato digital para o mundo todo, trouxe uma revelação bem forte sobre o passado do Coringa e suas origens.

O Príncipe Palhaço do Crime sempre foi retratado ora como um humano lunático, ora como um avatar do caos na Terra. Seus crimes variam entre engenhosos planos psicóticos destinados a destruir a humanidade de cada um à assassinatos brutais sem nenhuma razão aparente, mas a coisa mais assustadora no Coringa sempre foi o fato dele ser apenas um homem. Apenas um homem levado à loucura, apenas um homem que poderia ser seu vizinho, seu amigo ou… bem, ou você mesmo.

Isso tudo mudou com Batman #38, que revela a existência de um químico presente na natureza capaz de curar virtualmente qualquer machucado e até mesmo fornecer uma espécie de invencibilidade.

Esse tal químico esteve presente na água de alguns lugares do planeta, gerando diferentes lendas e mitos da humanidade, inclusive nos Poços de Lázaro comandados por Ra’s al Ghul.

O que a história revela é que alguns humanos tomaram posse desse químico durante a história da humanidade – um deles foi o já citado Ra’s al Ghul. Outro é o próprio Coringa que, ainda de acordo com a história, obteve o químico bem antes da fundação de Gotham!

O abuso desse “remédio” (que um cientista da HQ chama de Dionisium), poderia ter mudado a personalidade do Coringa, tornando-o no que ele é hoje. O mais importante é que o químico está presente DENTRO do corpo dele.

Se você não entendeu ainda a dimensão disso, é como se o Coringa fosse o Wolverine. Porém, contudo e todavia, há sempre a chance disso tudo ser uma mentira ou ilusão do vilão. Scott Snyder, escritor da HQ, comentou sobre isso em entrevista ao Newsarama:

Não, [essa situação] está aberta. Eu quero que vocês sintam o que o Batman sente. Isso é verdade? Não pode ser verdade! Eu não quero que seja verdade! Eu odeio essa ideia! Tudo isso. Eu quero que as pessoas se perguntem se isso é verdade, esse é o motor da história pra mim. O que o Joker está dizendo pro Batman é que ele sempre quis ser mais do que é, mais do que o corpo dele é. O maior medo dele é quando a mortalidade chegar, quando ele não for rápido o suficiente ou forte o suficiente. E ele quer mostrar que não só esse momento chegou, mas que ele vai jogar tudo na cara do Batman dizendo: “Eu sempre fui aquilo que você queria ser”

Assim, pode ser verdade ou não. Você acha que a DC teria coragem de uma mudança tão grande no status quo do Coringa? Qual sua opinião sobre tudo isso?

via BleedingCool


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários