DC divulga preview de Superman: Earth One Volume Two

  Leandro de Barros  |    quinta-feira, 05 de janeiro de 2012

J. Michael Straczynski e Shane Davis voltam ao universo de Superman: Earth One para continuar a história da graphic novel bestseller da DC

A DC aproveitou o dia de hoje pra divulgar previews de suas graphic novels da série Earth One. Depois de soltar imagens de Batman: Earth One, escrita por Geoff Johns e desenhada por Gary Frank, chegou a vez de Superman: Earth One Volume Two ganhar um preview da editora.

Continuação direta da graphic novel de 2010 escrita por J. Michael Straczynski e desenhada por Shane Davis, a graphic novel deve ser lançada ainda esse ano, com a mesma equipe artística.

Straczynski definiu o volume dois como: “tematicamente, se o Volume One foi sobre Clark descobrindo onde ele pertence, então o Volume Two é sobre o Superman tentando descobrir onde ele pertence nisso tudo, mesmo que o mundo faça o mesmo no seu final. Quanto ele pode extender o seu poder antes de se tornar algo diferente do que ele pretendia se tornar? No meio disso tudo, Clark consegue seu primeiro apartamento, começa um relacionamento com uma linda vizinha, Lois começa a tentar perceber o que em Clark não encaixa e uma nova e aterrorizante versão do Parasita nasceu do que antes era um serial killer… e agora o Superman tem de confrontar alguém que não é apenas mais forte do que ele, mas pode sugar todo o seu poder. No fim de uma das maiores batalhas que já ameaçaram rasgar Metropolis, Clark sente pela primeira vez o que é ser normal, ser mortal, ser vulnerável… ser um de nós. No fim, Volume Two é sobre poder; seu uso e abuso, e seu lugar no mundo, para ser usado para o bem ou para o mal“.

O artista Shane Davis já adiantou que existem três estágios de evolução do Parasita na graphic novel. Confira algumas imagens liberadas pela DC:

Superman: Earth One Volume Two será lançada ainda em 2012.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários