DC cancela Hellblazer e dá série mensal para Constantine em Os Novos 52

primeira arte do novo título

Surpreendendo todo mundo, a DC cancelou hoje Hellblazer, a sua série em quadrinhos mais longeva atualmente (estava há 24 anos no mercado).

O anúncio oficial do cancelamento da revista foi dado pela própria DC no seu blog oficial, o The Source. John Constantine, que protagonizava a revista desde os anos 80, quando ela foi criada para dar espaço ao personagem que havia aparecido em Monstro do Pântano, de Alan Moore, fica agora sem revista mensal. Ou não, já que a DC também anunciou uma nova série mensal de Os Novos 52. Uma protagonizada por Constantine.

Quem leu na terça-feira o anúncio de duas novas séries mensais da DC, uma da Katana e outra do Vibro, deve lembrar que nós dissemos que ainda faltava uma série nova para ser anunciada pela editora. Afinal, somando novidades e subtraindo cancelamentos, tínhamos 51 títulos mensais do Universo DC e o plano da editora é ter sempre 52 títulos nas bancas, todo mês.

Esse novo título será Constantine, com roteiros de Robert Venditti (Demon Knights, The Hoomeland Directive, The Surrogates) e com artes do brasileiro Renato Guedes (Superman). A revista integrará de vez John Constantine ao Universo DC de Os Novos 52, onde ele já integrava a Liga da Justiça Sombria, na revista Justice League of Dark.

Poucos personagens nos quadrinhos são tão complexos e divertidos como John Constantine e eu estou percebendo que ele é tão agradável de se escrever quanto de se ler. Meu objetivo é fazer de Constantine uma série que tenha a mesma quantidade de familiaridade do que de surpresas. Esse será o Constantine que nós conhecemos e amamos, mas enfrentando novos e inesperados desafios“, disse Venditti.

Quanto à Hellblazer, a revista conhecerá seu fim na edição #300, que sairá lá fora em fevereiro do ano que vem. A série deve acabar com o arco Death and Cigarettes, com roteiriso de Peter Milligan e artes de Giuseppe Camuncoli e Stefano Landini.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...